Mais de 80 Concelhos em Risco Máximo de Incêndio - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Mais de 80 Concelhos em Risco Máximo de Incêndio


Cerca de 80 municípios do interior Norte e Centro e da região do Algarve estão, esta terça-feira, em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco muito elevado estão outros cerca de 80 concelhos dos distritos de Bragança, Vila Real, Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Guarda, Portalegre, Santarém, Lisboa e Beja.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

De acordo com as previsões do IPMA, as temperaturas vão manter-se acima do que é habitual para a época, com valores acima dos 30 graus celsius em quase todo o território continental. As máximas vão chegar aos 37º (Évora) e as mínimas baixarão até ao 10º (Bragança).

Contudo, está prevista uma pequena descida da temperatura mínima no interior e uma descida das temperaturas máximas.

Nas ilhas, o IPMA prevê possibilidade de aguaceiros fracos nas ilhas açorianas dos grupos central (Pico, Faial, S. Jorge, Terceira e Graciosa) e oriental (S. Miguel e Santa Maria), com as temperaturas a variarem entre os 19º (Ponta Delgada) e os 26º (Horta).

No arquipélago da Madeira, estão previstos períodos de céu muito nublado, com vento fraco a moderado, e os termómetros vão variar entre os 21º e os 26º tanto na Madeira como em Porto Santo.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário