Quatro Crianças Resgatadas e Operação de Salvamento Suspensa por Hoje - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 8 de julho de 2018

Quatro Crianças Resgatadas e Operação de Salvamento Suspensa por Hoje


Quatro crianças foram resgatadas, este domingo, da gruta onde estavam presas, na Tailândia, numa das operações de salvamento mais complexas de que há memória.

Inicialmente, fonte do Ministério da Defesa tailandês, citada pela agência France-Presse, avançou que seis dos 12 jovens presos na gruta já tinham sido salvos, confirmando, de resto, a informação que já tinha sido anunciada por um médico no local. Contudo, mais tarde, em conferência de imprensa, o responsável pelas operações assegurava que somente quatro crianças estavam fora da gruta, tendo sido encaminhadas para o hospital. Nenhum se encontra em estado preocupante, garantiu.

O responsável e governador da região de Chiang Rai (onde fica localizada a gruta), Narongsak Osottanakorn, admitiu que a operação "está a ser mais bem-sucedido do que eu esperava. Todas as pessoas estão felizes".

O resgate da primeira criança estava agendado para as 21 horas locais (15 horas em Portugal continental). Segundo o governador, os mergulhadores de elite - 13 estrangeiros e cinco tailandeses - entraram na gruta às 10 horas locais (4 horas em Portugal Continental). A retirada dos rapazes acabou por evoluir de uma forma mais rápida do que era esperado e as primeiras saídas surgiram cerca de duas horas mais cedo.

De acordo com a jornalista de Bangkok Florian Witulski, citada pela BBC, a ordem com que os jovens estão a ser retirados está a ter em conta o estado de saúde dos mesmos.

Segunda parte do salvamento começa na segunda-feira

Entretanto, as operações de resgate foram suspensas temporariamente. É necessário um intervalo de tempo de entre dez a 20 horas, para repor o oxigénio necessário para continuar. Todo o que havia disponível foi usado no salvamento das quatro crianças.A segunda parte do salvamento começa na segunda-feira.

Cinquenta mergulhadores estrangeiros e 40 mergulhadores tailandeses estão neste momento envolvidos na operação de resgate. Cada criança está a ser escoltada por dois mergulhadores. No interior da gruta, na localização original, ainda permanecem oito menores e o treinador de futebol das crianças.

O major-general Chalongchai Chaiyakam afirmou que a operação de resgate de todas as vítimas pode demorar entre dois a quatro dias a ser levada a cabo, "dependendo das condições do tempo e da água". Uma repórter da BBC próxima do local (os jornalistas foram retirados da zona da entrada da gruta) deu conta da forte precipitação registada nas primeiras horas da operação na zona, falando numa verdadeira "luta contra a água".

A única forma de retirar os jovens é por mergulho, através de passagens escuras e estreitas, cheias de água lamacenta e com fortes correntes, num ambiente já com pouco oxigénio.

No passado dia 23 de junho, depois de um jogo de futebol, os 12 rapazes, com idades entre os 11 e os 16 anos, e o respetivo treinador, de 25, foram explorar a gruta. As inundações resultantes das chuvas torrenciais bloquearam a saída e impediram que as equipas de resgate encontrassem o grupo durante nove dias.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário