Dispositivo de Combate a Incêndios de Viana Visto Como “Bom Exemplo” - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 8 de julho de 2018

Dispositivo de Combate a Incêndios de Viana Visto Como “Bom Exemplo”


Dispositivo Municipal de Combate a Incêndios Rurais da Câmara Municipal de Viana do Castelo foi apresentado ontem. O secretário de Estado da Protecção Civil destaca que é “um bom exemplo”.

O secretário de Estado da Protecção Civil, José Artur Neves, considerou o Dispositivo Municipal de Combate a Incêndios Rurais da Câmara Municipal de Viana do Castelo, apresentado ontem, um “bom exemplo” a nível nacional. O dispositivo, que conta com um reforço de homens e viaturas, foi apresentado numa cerimónia que aconteceu no quartel dos Bombeiros Municipais vianenses, tendo sido apresentada a nova Equipa de Intervenção Permanente (EIP), que conta com cinco elementos.

José Artur Neves elogiou o trabalho feito pelo município do Alto Minho, referindo que “é reconfortante perceber que a nível nacional, de Norte a Sul do país, houve grande mobilização dos autarcas e dos cidadãos portugueses”. Destacou o envolvimento de todos, referindo que “hoje em dia, sentimos que o país está mais seguro” e com um combate “mais robustecido”, levando o trabalho vianense como “um bom exemplo”.

As duas novas viaturas dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo foram também destaque na apresentação do Dispositivo Municipal, sendo um VFCI – Veículo de Combate a Incêndios Florestais e um VOPE – Veículo de Operações específicas.

O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, assegurou que “é nossa obrigação” trabalhar para o reforço do dispositivo, assumindo que a Protecção Civil é um trabalho diário para o executivo. A partir de segunda-feira, o Exército Português vai disponibilizar, pelo 12.º ano consecutivo, um pelotão para patrulhar a serra de Santa Luzia.

Também o representante da Liga dos Bombeiros Portugueses, Bruno Alves, apresentou Viana do Castelo como “um município atento à Protecção Civil”, assumindo “orgulho e satisfação” no trabalho apresentado.

Para a Fase Charlie, período crítico de incêndios, Viana do Castelo vai contar com um reforço de bombeiros, incluindo 12 novos recrutas dos Bombeiros Municipais e outros 12 recrutas dos Bombeiros Voluntários. Já o distrito vai contar com o apoio de Bombeiros Voluntários do Beato e Penha de França, integrantes da Brigada de Reforço aos Incêndios Florestais – cidade de Lisboa, que estão no Alto Minho há três meses.

No que toca a Sapadores Florestais, existem três equipas no concelho, sendo uma de Carvoeiro, outra de São Lourenço da Montaria, estando a terceira equipa nos Bombeiros Municipais vianenses. Como já é habitual, também militares do Exército vão patrulhar Santa Luzia durante este período.

Fonte: Correio do Minho

Sem comentários:

Enviar um comentário