Despiste de Porsche Mata Casal e Fere Filhos - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 1 de março de 2018

Despiste de Porsche Mata Casal e Fere Filhos


Um casal natural de Vila Nova de Gaia e com residência na Suíça morreu esta quarta-feira, na A1, próximo de Leiria, em consequência do despiste do Porsche Panamera no qual seguia com os dois filhos, de 8 e 20 anos, que sofreram ferimentos ligeiros.

O despiste ocorreu pouco antes das 16h00, ao km 138, no sentido Sul/Norte, numa zona de reta da autoestrada do Norte. Por razões que ainda não são conhecidas, o condutor perdeu o controlo da viatura e capotou várias vezes, deixando destroços espalhados ao longo de uma centena de metros da via. 

O Porsche Panamera acabou por se imobilizar capotado, fora da faixa de rodagem, no talude junto à berma, do lado direito. Os quatro ocupantes ficaram encarcerados, o que obrigou os bombeiros a cortarem as chapas retorcidas para conseguirem garantir condições de socorro às vítimas. A morte do casal foi confirmada pelo médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM, depois de frustradas as manobras de reanimação realizadas até ao limite. 

Os dois filhos do casal - um jovem de 20 anos e uma menina de 8 anos - seguiam no banco traseiro e sofreram ferimentos ligeiros, tendo ambos sido transportados de ambulância para os Hospitais de Coimbra. O acidente ocorreu numa altura em que havia pouco trânsito em circulação e o piso da autoestrada estava molhado devido à chuva.

O trânsito circulou apenas na via mais à esquerda durante as operações de socorro às vítimas, recolha de indícios e remoção da viatura acidentada e dos destroços, nomeadamente pneus e partes dos pára-choques, que ficaram espalhados. Estes trabalhos prolongaram-se por mais de duas horas. Cabe agora ao Núcleo de Investigação de Acidentes de Viação do Destacamento de Trânsito de Leiria da GNR apurar as causas do aparatoso despiste. 

PORMENORES  
Reta depois de curva 

O aparatoso despiste ocorreu na A1, entre os troços de Leiria e Pombal, numa zona de reta logo após uma curva pouco acentuada. A Caranguejeira é a localidade que fica mais próxima do local do acidente, que ocorreu ao km 138, no sentido Sul/Norte. 

Meios de socorro 

O Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria mobilizou para o local 24 operacionais, apoiados por 11 viaturas, dos Bombeiros Voluntários e Municipais de Leiria, INEM e GNR. Equipas da Brisa, concessionária da autoestrada, também estiveram no local.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário