Comandante dos bombeiros de Pedrógão Grande é ouvido no DIAP de Leiria - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Comandante dos bombeiros de Pedrógão Grande é ouvido no DIAP de Leiria


Augusto Arnaut é ouvido esta terça-feira, a propósito do incêndios de Pedrógão Grande. Mário Cerol, segundo comandante distrital de Operações de Socorro de Leiria, já foi constituído arguido no caso.

O comandante dos bombeiros voluntários de Pedrógão Grande, Augusto Arnaut, é ouvido esta terça-feira às 14h00 no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Leiria na "qualidade de denunciado", na sequência dos incêndios daquele concelho, disse fonte dos bombeiros.

Jorge Mendes, da Associação dos Comandos dos Bombeiros de Portugal, que está no Tribunal de Leiria para acompanhar e apoiar António Arnaut, disse desconhecer a existência de outros arguidos na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande com exceção do segundo comandante distrital de Operações de Socorro de Leiria, Mário Cerol.

O segundo comandante distrital de Operações de Socorro de Leiria foi constituído arguido na sequência de um inquérito ao incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou no dia 17 de junho, confirmou o próprio à TSF.

Mário Cerol, que será o primeiro arguido deste inquérito, disse que foi ouvido na semana passada pelo Ministério Público.

O incêndio que deflagrou em 17 de junho em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, atingindo vários concelhos vizinhos, esteve ativo uma semana e causou, segundo o balanço oficial, 64 mortos e mais de 200 feridos. Registou-se ainda o atropelamento mortal de uma mulher que fugia das chamas e, já em novembro, morreu uma outra mulher que estava internada com ferimentos graves.

Fonte: TSF

Sem comentários:

Enviar um comentário