Bombeiros Sapadores de Gaia acolhem 29 novos recrutas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Bombeiros Sapadores de Gaia acolhem 29 novos recrutas


O novo recrutamento para os Bombeiros Sapadores de Gaia, algo que não acontecia há 16 anos, foi assumido como uma prioridade por Eduardo Vítor Rodrigues e concretizou-se a 15 de Fevereiro, dia em que o Auditório Municipal de Gaia recebeu a tão esperada sessão de acolhimento da nova recruta. 

A caminho dos dois séculos de existência, os Bombeiros Sapadores são, para o presidente da Câmara Municipal de Gaia, "uma entidade que, pelo papel que desempenham ao longo do tempo na sociedade gaiense, foi assumindo um prestígio enorme”. Apesar de ter sido um processo moroso, o autarca acredita que o importante, agora, é olhar para o presente e não para as dificuldades sentidas. 

"A esta nova recruta tínhamos de assegurar outras questões, como a formação, não só física como em áreas relacionadas com a prevenção de incêndios ou de acidentes domésticos”, explicou. 

Desde o início do primeiro mandato, no final de 2013, o atual executivo deparou-se com um conjunto de fragilidades no seio dos Bombeiros Sapadores que era premente colmatar. 

Desde o envelhecimento do corpo operacional, a degradação da estrutura física do quartel até à ausência de manutenção do equipamento móvel, as carências saltavam à vista de todos. Este foi o ponto de partida para a intervenção do município, num momento financeiro complexo para o estabelecimento de compromissos.

"Depois de erguida a coluna vertebral do município, temos, hoje, condições para responder a necessidades do quotidiano das instituições, em áreas como a educação, a ação social e a proteção civil.  Esta poderia não ser a nossa prioridade mas assumimos, desde o início, uma clara vontade de investimento em setores importantes”, esclareceu Eduardo Vítor Rodrigues. 

Assim, a Câmara Municipal avançou com a requalificação do quartel dos Bombeiros Sapadores, depois de garantido o realojamento da Polícia Municipal (que ocupava o mesmo espaço). Foi solucionado o problema da esmagadora maioria dos veículos que estavam inoperacionais, sendo que, a par disso, foram adquiridos novos equipamentos, como uma viatura florestal de combate a incêndios. 

Tratou-se de um investimento estruturante e realizado "ao mesmo tempo que fomos capazes de acompanhar as seis associações de Bombeiros Voluntários do concelho”, acrescentou o presidente, tendo consciência de que as ajudas nunca serão suficientes mas nunca deixando de lado a responsabilidade que o município tem de dar suporte às suas instituições. 

A sessão de acolhimento da nova recruta integrou, ainda, o espetáculo «Fireman», uma comédia (teatro físico), com encenação de Hugo Sousa, pela Companhia Centelha Criativa. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________