Idosa Salva das Chamas por Comandante da GNR - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 4 de novembro de 2017

Idosa Salva das Chamas por Comandante da GNR


Eduarda Dias, 80 anos, perdeu há quatro meses nove familiares que fugiam do incêndio de Pedrógão Grande. 

Na noite de 15 de outubro, a mulher que anda com recurso a um andarilho, viu a sua vida em risco ao tentar, tal como fizeram os seus primos na noite de 17 de junho, fugir da casa cercada pelas chamas, em Pampilhosa da Serra. A família Lopes da Costa deixou a habitação em Várzeas, com a mesa posta para nove pessoas, e morreu na estrada. No caso de Eduarda Dias, o desfecho só foi diferente, acredita, graças à intervenção do comandante da GNR. 

"Não sei o nome dele, se o vir na rua não o reconheço, mas está dentro do meu coração. Salvou-me do inferno". Eduarda Dias está a referir-se ao sargento Costa, comandante do posto da GNR de Pampilhosa da Serra, que na noite de 15 de outubro a ajudou a fugir das chamas que cercavam a sua habitação. "Estava à porta a tentar fugir com o andarilho e havia fogo por todo o lado. Foi quando apareceu o comandante da GNR e levou-me ao colo para dentro do carro que era conduzido pelo guarda Gentil, enquanto um outro, o José Padeiro, atirava o andarilho para a mala do carro", conta Eduarda Dias. 

Doente oncológica e com mobilidade reduzida, a mulher está convicta de que o militar lhe salvou a vida: "Se não fosse ele, eu seria a 46ª vítima". Amanhã, às 15h00, realiza-se um concerto solidário no quartel dos Bombeiros da Pampilhosa da Serra.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário