Trinta Mil Pessoas Retiradas Após Incêndio Num Depósito de Munições - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Trinta Mil Pessoas Retiradas Após Incêndio Num Depósito de Munições


Um incêndio destruiu um grande depósito de munições na Ucrânia e provocou a retirada de cerca de 30 mil habitantes da zona. A justiça militar abriu uma investigação por sabotagem.

Trata-se do quarto incêndio em dois anos a atingir depósitos militares na Ucrânia, país que desde 2014 está envolvido num conflito com separatistas pró-russos no leste do país.

"É um arsenal do nosso exército. Eu creio que não foi destruído acidentalmente", declarou o primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Groïsman, depois de passar a noite no local do incêndio, perto de Kalynivka, no centro do país, a 175 quilómetros a sudoeste de Kiev.

De acordo com os guardas do depósito, o incêndio foi precedido por uma explosão, precisou o estado-maior do exército.

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas, mas não correm risco de vida, informou num comunicado a administração regional.

O incêndio teve início na terça-feira às 22 horas (20 horas em Portugal continental) e desencadeou explosões em série de morteiros da artilharia de 122 e 125 milímetros, de acordo com a polícia, que esteve toda a noite no local.

O fogo pareceu perder alguma intensidade esta quarta-feira, apesar de fortes explosões ainda serem ouvidas a cada cinco ou dez minutos.

Ao amanhecer, uma explosão muito poderosa causou uma gigantesca nuvem de fumo, com várias centenas de metros de altura.

O depósito de Kalynivka é "um dos maiores da Ucrânia", disse o porta-voz do estado-maior do exército ucraniano, Vladyslav Selezniov.

De acordo com a administração regional, esta instalação contém 83 mil toneladas de munição armazenadas numa área de 586 hectares. O exército assegurou que 70% das instalações de armazenamento não foram danificadas pelo fogo.

Mais de 30 mil pessoas foram retiradas de áreas vizinhas, onde pelo menos quatro casas foram afetadas por explosões, informou num comunicado a polícia nacional.

"O espaço aéreo foi fechado num raio de 50 quilómetros em redor da área do fogo", informou na sua página do Facebook Yuri Lavreniouk, adjunto do ministro ucraniano das Infraestruturas.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________