Suspeito de Incêndios na Madeira Condenado a Três Anos de Prisão Efetiva VIDA DE BOMBEIRO: Em Sintra Há Filhos e Enteados

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Em Sintra Há Filhos e Enteados


Por proposta do Presidente Basílio Horta, Câmara Municipal de Sintra, na sua reunião de 12 de Setembro, decidiu atribuir a Medalha de Coragem e Abnegação só a três Associações de Bombeiros Voluntários do Concelho de Sintra, a saber, Algueirão/Mem Martins, Belas e Sintra, por participarem no Combate a Incêndios fora do Município.

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Almoçageme saúda os companheiros destas três Associações, mas repudia a injustiça desta decisão. Muitas outras Corporações de Bombeiros de Sintra participaram em incêndios fora da área do Concelho, com a mesma abnegação e espírito de servir, assegurando simultaneamente o dispositivo de segurança da Serra de Sintra, Carregueira, Pinhal do Banzão e os serviços de emergência aos nossos Munícipes.

Tal foi o caso dos Bombeiros de Almoçageme. Ao longo de todo o período funesto em que os incêndios grassaram em Portugal, a Corporação de Bombeiros Almoçageme participou com rendições sucessivas em Combate ao Fogo, Apoio Táctico e Comando, nunca regateando os esforços que nos solicitaram. Cumprimos as missões que nos foram confiadas.

A atribuição destas Medalhas de Coragem e Abnegação só aos Bombeiros de três Associações é uma desconsideração para todos os outros que cumpriram as missões que lhe foram atribuídas. Não é uma escolha baseada em critérios operacionais. Não é uma escolha baseada em critérios éticos. Não é uma escolha baseada em critérios humanos. É uma escolha incorrecta e que tem a intenção falhada de dividir as Corporações de Bombeiros de Sintra, porque os Bombeiros das Corporações agraciadas pelo Presidente da Câmara são os primeiros a reconhecer a injustiça cometida aos seus irmãos das outras Corporações de Sintra.

O Bombeiros de Almoçageme quando são accionados para combater um incêndio vão com a mesma generosidade e coragem de sempre, em estado de prontidão permanente para cumprir as suas missões.

Não vão para ganhar Medalhas.

Mas ficam ofendidos se pelo menos não lhes dizem “ OBRIGADO”.
Parece que o Presidente da Câmara, ontem, não se importou de os ofender.

Maurício Barra
Presidente da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Almoçageme

Nota: este texto ficará on-line enquanto não for reposta a dignidade dos Bombeiros de Almoçageme.
Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

2015 Copyright – Todos os Direitos Reservados : VIDA DE BOMBEIRO