Suspeito de Incêndios na Madeira Condenado a Três Anos de Prisão Efetiva VIDA DE BOMBEIRO: Condições de tempo “favoráveis à propagação” de fogos

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Condições de tempo “favoráveis à propagação” de fogos


Proteção Civil alerta para riscos assiciados a subida da temperatura dos próximos dias. Até esta sexta-feira, todos os distritos do país estão em alerta laranja. Abrantes é o incêndio mais crítico.

A Proteção Civil (ANPC) alerta para a existência de condições “muito favoráveis à propagação e desenvolvimento de incêndios florestais” nos próximos dias. O aumento de temperatura e o vento contribuíram para a decisão de colocar todos os distritos do país em alerta laranja até esta sexta-feira, num momento em que há ainda vários incêndios ativos e em que a atenção está focada em Abrantes.

Na sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil, esta quinta-feira, a adjunta de operações da ANPC explicou que, tendo em conta o cenário para os próximos dias, foi decidido adotar algumas medidas de antecipação operacional. Entre essas medidas está o “pre-posicionamento de grupos de reforço no norte e centro do país”. A apoiar as operações de combate aos incêndios estão 21 grupos de reforço e seis pelotões militares, além de um canadair (marroquino).

Abrantes continua, neste momento, a ser considerada a “situação mais crítica” para os bombeiros. “O grande desafio tem sido conseguir travar as chamas e conferir, ao mesmo tempo, proteção a pessoas e bens”, destacou Patrícia Gaspar. Apesar de não haver “nada em perigo direto”, um anexo de uma habitação foi consumido pelas chamas e várias pessoas foram retiradas de casa de forma preventiva.

Outro ponto complicado é o do incêndio de Unhais da Serra, que se reativou na noite de quarta-feira numa “zona de acesso quase impossível a meios terrestres”. Estão quatro aviões anfíbios, um helicóptero Kamov e quatro helicópteros ligeiros. Ainda assim, “as ações de combate têm sido muito dificultadas por condições de terreno e pelas condições meteorológicas”, diz a comandante da Proteção Civil.

Apesar dos vários incêndios em curso na zona centro e norte do país, até ao momento, de acordo com a Proteção Civil, não foi registada “qualquer falha na rede SIRESP”. As quatro estações móveis também estão operacionais mas não foram acionadas.

Fonte: http://observador.pt/
Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

2015 Copyright – Todos os Direitos Reservados : VIDA DE BOMBEIRO