Incêndio destrói ala psiquiátrica do Padre Américo em Penafiel e obriga à transferência de 27 doentes - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 26 de dezembro de 2023

Incêndio destrói ala psiquiátrica do Padre Américo em Penafiel e obriga à transferência de 27 doentes

 


Um incêndio deflagrou na manhã desta terça-feira na ala de psiquiatria do hospital Padre Américo, em Penafiel. As chamas, que tiveram início numa das enfermarias daquele serviço, terão sido provocadas por um dos doentes que ali se encontrava internado e provocaram ferimentos ligeiros em três pessoas.


“Ao que se supõe terá sido um doente que ateou fogo na ala de internamento”, referiu Carlos Alberto Silva, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), do qual faz parte o Hospital Padre Américo.


O incêndio, que teve início às 8 horas da manhã, provocou danos consideráveis na ala de internamento do serviço de Psiquiatria, que ficou inoperacional e não funcionará nos próximos dias. Os 27 doentes que ali se encontravam internados serão, segundo o presidente, transferidos para o Hospital da Trofa.


“Estamos a tentar diligenciar para que os doentes que foram passar o Natal a casa não regressem e as famílias possam tomar conta deles durante mais alguns dias”, referiu Carlos Alberto Silva, destacando as “carências permanentes na necessidade de internamento”, sem camas para poder acolher estes doentes.


O incêndio deflagrou num dos quartos do internamento do serviço de Psiquiatria e obrigou à evacuação do edifício. Foi combatido pelos Bombeiros Voluntários de Penafiel, que mobilizaram para o local 27 operacionais, apoiados por dez veículos e foi dado por extinto cerca de duas horas depois.


“À nossa chegada detetamos um foco de incêndio confinado a uma enfermaria, onde fizemos de imediato o combate, mas dadas as condições físicas das instalações acabou por ser um pouco mais demorado”, referiu Hélder Pinto, adjunto do comando dos Bombeiros Voluntários de Penafiel. Do incêndio resultaram três feridos ligeiros, dois auxiliares e um doente. Um segurança foi também assistido devido à inalação de fumo.


Devido à possibilidade de se tratar de um crime, a Polícia Judiciária foi chamada ao local para investigar o incêndio. 


JN

Sem comentários:

Enviar um comentário