Hermenegildo Abreu é o Novo Comandante dos Bombeiros das Taipas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

terça-feira, 17 de janeiro de 2023

Hermenegildo Abreu é o Novo Comandante dos Bombeiros das Taipas

 


Hermenegildo Abreu, ex-comandante operacional distrital de Braga, é o novo comandante dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas (BTV), em Guimarães. A corporação era dirigida por comandos interinos desde maio de 2021 e chegou a estar sem direção.


O novo líder operacional dos bombeiros taipenses tomou posse na passada sexta-feira, durante a Assembleia Geral da Associação Humanitária. Esta nomeação e eleição da nova direção, em dezembro, põe fim a um período conturbado na corporação.


Hermenegildo Abreu, de 53 anos, ingressou nos Bombeiros das Taipas com 17 anos, em 1987. É licenciado em Segurança Comunitária e Proteção Civil e mestrado em Emergência em Socorro. O agora empossado comandante já tinha comandado a corporação, entre 2009 e 2016. Desde 2017 e até junho de 2022, desempenhou funções como Comandante Distrital de Proteção Civil do Distrito de Braga, altura em que pediu exoneração do cargo.


Recorde-se que o Governo anunciou a extinção dos Comandos Distritais de Operações e Socorro (CDOS) para criar cinco comandos regionais e 23 sub-regionais. Os novos comandos corresponderão às Comunidades Intermunicipais (CIM). No caso do distrito de Braga, existirão dois comandos sub-regionais, um na CIM do Ave outro na do Cávado. Celorico de Basto, embora pertencendo ao distrito de Braga, integra a CIM do Tâmega e Sousa e ficará integrado neste comando sub-regional.


Os BVT não tinham comandante desde maio de 2021, quando Rafael Silva, o último a ocupar o cargo, passou ao quadro de honra. Desde essa altura, as funções de comando foram preenchidas, de forma interina, primeiro por Ernesto Soares e, depois deste terminar a sua comissão de serviço, em fevereiro de 2022, por Paulo Gomes, que não aceitou a proposta para comandar a corporação, alegando motivos de saúde.


Em setembro de 2022, depois de um protesto do corpo operacional, que colocou os capacetes no chão da parada e que levou à renuncia do comandante em exercício, Paulo Gomes, e à queda da direção da associação, os bombeiros taipenses chegaram a estar sem comandante e sem direção. Com a nomeação do novo comandante e a eleição dos novos corpos sociais da associação humanitária, presidida pelo deputado Luís Soares, em dezembro do ano passado, os BVT voltam à normalidade em termos de gestão.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________