Sapadores Bombeiros passam a Regimento para uma “resposta mais cabal” aos desafios de proteção da cidade - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quinta-feira, 13 de outubro de 2022

Sapadores Bombeiros passam a Regimento para uma “resposta mais cabal” aos desafios de proteção da cidade

 


A evolução que os confirmou como referência na proteção, socorro e assistência em Portugal levou à alteração da designação dos Sapadores Bombeiros do Porto. Na cerimónia que decorreu nesta quarta-feira, a instituição com quase 300 anos de história passou de Batalhão a Regimento e o presidente da Câmara do Porto aproveitou a presença do ministro da Administração Interna para apelar à revisão do Estatuto dos Bombeiros Profissionais.


“A formalização da passagem a regimento dos Sapadores Bombeiros do Porto é um acontecimento que honra o passado e o presente desta corporação, ao mesmo tempo que cria as bases de um futuro promissor”, começou por reconhecer Rui Moreira, olhando para a importância do “forte investimento no reforço de efetivos, equipamentos e infraestruturas deste corpo de bombeiros”, levado a cabo pelo Município, como o recente lançamento do concurso para remodelação da Casa Escola. O investimento municipal no batalhão, desde 2013, ascende a quase 12 milhões de euros.


A passagem a regimento, acredita o presidente da Câmara do Porto, “é, no fundo, uma progressão natural, ditada pelo processo de modernização e capacitação dos Sapadores Bombeiros”, que “reforça o posicionamento desta unidade entre as melhores a nível nacional”.


Nas palavras do autarca, “para nós, os Sapadores Bombeiros são um conjunto de trabalhadores municipais com uma missão ímpar”, a quem “devemos muito, enquanto comunidade”.


Na cerimónia que decorreu no quartel dos Sapadores Bombeiros nesta quarta-feira, Rui Moreira afirmou ainda que “o novo estatuto corresponde a uma mudança de organização e doutrina (…) que tem em vista uma resposta mais cabal aos desafios de proteção civil numa cidade com a escala humana, as características urbanas e a dinâmica socioeconómica do Porto”.


Rui Moreira apela à revisão do Estatuto dos Bombeiros Profissionais


Aproveitando a presença do ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, na cerimónia de alteração da designação dos Sapadores Bombeiros, o presidente da Câmara do Porto voltou a apelar à revisão do Estatuto dos Bombeiros Profissionais.


“Parece-nos de elementar justiça que sejam pagas aos Sapadores Bombeiros as horas de trabalho suplementar”, afirmou Rui Moreira, instando o representante do Governo a “garantir um tratamento uniforme para todas as corporações profissionais de bombeiros dos municípios portugueses, o que atualmente não acontece”.


O presidente da Câmara do Porto assegurou que será o Município a “orçar com os custos inerentes”.


Por seu lado, o ministro lembrou “a importância do patamar local da Proteção Civil” no combate atual aos efeitos das alterações climáticas, e de “municípios mais capazes de responder às emergências que, na esmagadora maioria dos casos começam e acabam na esfera local”.


“Os municípios constituem a base fundamental da estrutura de proteção Civil”, reforçou José Luís Carneiro, sublinhando como o Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto “tem sido um exemplo de excelência” nesse apoio.


Para o ministro, “todo o investimento feito na prevenção de riscos e na preparação de respostas é fundamental para este município, esta área metropolitana, esta região e o país se possam desenvolver, criar emprego com garantia de segurança”. “Felicito o Município do Porto por todo o trabalho que tem vindo a desenvolver na valorização daquele que é um dos pilares fundamentais da nossa segurança coletiva”, disse José Luís Carneiro, acrescentando que "uma das mais importantes opções estratégicas de futuro é a segurança de pessoas, a segurança dos seus bens".


Considerando este como "um momento de consolidação", o ministro com a pasta da Administração Interna lembrou que este estatuto confere aos Sapadores Bombeiros do Porto "maior responsabildiade" e permite-lhe "reforçar os seus recursos e perspetivas de desenvolvimento". "O Município do Porto sabe que pode contar com um corpo de bombeiros corajoso e sempre pronto a acorrer às mais diversas situações", concluiu.


Governo atribui medalha de mérito grau ouro aos Sapadores do Porto


Tomou também palavra na cerimónia o comandante do agora Regimento dos Sapadores Bombeiros do Porto. Para o Tenente-Coronel Carlos Marques, esta “não se trata apenas de uma alteração de designação”, mas de uma progressão que “é o corolário de um trabalho contínuo de modernização”, e que traz ao agrupamento “uma imagem enquadrada num município onde a inovação se mistura com a tradição”. “Tem sido um trabalho árduo, mas desafiante”, admitiu o comandante.


Perante dezenas de entidades, o Tenente-Coronel Carlos Marques falou também do futuro: do protocolo com a Escola Nacional de Bombeiros para a assunção como polo de formação de profissionais, reforçando “a visibilidade do Município do Porto no panorama da formação nacional de bombeiros”, e com o INEM para a constituição de um posto de emergência médica definitivo.


Ainda antes da passagem oficial a regimento, com a entrega do novo Guião da Unidade, o ministro da Administração Interna atribuiu ao Batalhão de Sapadores Bombeiros a medalha de mérito de proteção e socorro, no grau ouro e distintivo azul, “reconhecendo o exemplar percurso da sua existência ao serviço do Município do Porto e da proteção e socorro de populações com uma atuação sempre caracterizada pelo heroísmo, pela abnegação e pela solidariedade para com o próximo”.


Fonte: Porto.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________