Menino nasce em ambulância dos Bombeiros de Sines - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quinta-feira, 14 de julho de 2022

Menino nasce em ambulância dos Bombeiros de Sines

 


Um menino nasceu na madrugada desta quinta-feira, 14 de julho, numa ambulância dos Bombeiros Voluntários de Sines, durante o transporte da mãe para a maternidade do Hospital São Bernardo, em Setúbal.



Os bombeiros foram chamados, cerca das 06h51, para transportar uma grávida "com contrações no seu domicílio" em Sines.


Iniciado o transporte para a maternidade do hospital de Setúbal, a mulher entrou em trabalho de parto ao quilómetro 66 da Autoestrada do Sul (A2) no concelho de Alcácer do Sal, e a motorista "teve de encostar a ambulância", para auxiliar a grávida.



O parto foi realizado com a ajuda de duas bombeiras e da equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital do Litoral Alentejano (HLA) que, entretanto, tinha ido ao encontro da ambulância.


As duas bombeiras, Isabel Sobral e Cheila Encarnação, mostraram-se "muito felizes e orgulhosas" pela realização do parto "que correu bem".



Após o parto, a mãe Jarilda de 27 anos e o filho recém-nascido que se vai chamar Cristian, foram transportados para a maternidade do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, de onde devem ter alta nas próximas horas.



Por falta de maternidade no Hospital do Litoral Alentejano, todos os partos dos concelhos de Sines, Santiago do Cacém, Grândola e Alcácer do Sal são encaminhados para a maternidade do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, a mais de 100 quilómetros de distância.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________