LBP quer Logística do DECIR Noutros Moldes - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quarta-feira, 11 de maio de 2022

LBP quer Logística do DECIR Noutros Moldes

 


A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) quer a logística do DECIR com um protocolo “chapéu” que garanta, previamente, critérios de equidade aos bombeiros e às suas associações, o que não aconteceu até agora.


A proposta é feita pelo presidente da LBP, António Nunes, a propósito da Comissão Nacional de Proteção Civil que hoje decorre na sede da ANEPC, em Carnaxide.


Trata-se de fazer um protocolo entre a LBP e a ANEPC para que a logística do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR 2022), combustíveis e alimentação, se baseie em regras, procedimentos e condições que, à partida, e com equidade, garantam as condições necessárias aos bombeiros e às suas associações.


A logística do DECIR, defende o presidente da LBP, ”finalmente, tem que ter um protocolo de base que estabeleça as regras segundo as quais, seja em que região for prestada, garanta as mesmas condições e qualidade aos bombeiros, no caso da alimentação, e às associações, quer nesse domínio como no dos combustíveis.”

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________