Bombeiros Colocam Carros Junto a Estradas para Abrandar Trânsito e Socorrer mais Rápido - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sábado, 1 de janeiro de 2022

Bombeiros Colocam Carros Junto a Estradas para Abrandar Trânsito e Socorrer mais Rápido

 


Centenas de bombeiros e viaturas de emergência estão este fim de semana junto a estradas no país consideradas críticas em acidentes rodoviários.


O intuito da presença dos bombeiros junto às estradas é, por um lado, responder imediatamente a ocorrências nestes locais, e por outro, ao terem as viaturas visíveis junto às estradas, fazer com que os condutores abrandem.


São ao todo 780 bombeiros e 236 veículos em 123 locais estratégicos neste Dispositivo de Prevenção e Intervenção Rodoviária. No período do natal, morreram cinco pessoas nas estradas e o objetivo é que nesta época de ano novo, o número seja menor ou mesmo zero.


Patrícia Gaspar, Secretária de Estado da Administração Interna, visitou esta sexta-feira o dispositivo dos Bombeiros de Águas de Moura, com viaturas estacionadas junto ao IC1, que já foi outrora apelidado de estrada da morte. Ao JN, a governante explicou que "os bombeiros juntam-se à PSP e GNR, que têm campanhas muito fortes nesta altura do ano para a prevenção e combate à sinistralidade rodoviária". "As pessoas não têm que morrer na estrada e isso só se consegue com grande consciência dos condutores e com um papel ativo de todos os intervenientes na prevenção e socorro".


Em Águas de Moura, estão colocadas duas ambulâncias de socorro, um veículo de desencarceramento e um carro de comando. O comandante dos bombeiros de Águas de Moura, Filipe Lopes, explica que com a presença das viaturas perto da estrada, a velocidade é menor. "Assim que os condutores avistam as nossas viaturas, abrandam imediatamente e isso reduz drasticamente o risco de acidentes", refere, congratulando a iniciativa.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________