Simulacro de acidente mortal assustou na Póvoa de Lanhoso - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

Simulacro de acidente mortal assustou na Póvoa de Lanhoso

 


Um conjunto de imagens impactantes alertaram, durante toda a tarde deste domingo, os automobilistas que passavam pela via rápida, entre Braga e Póvoa de Lanhoso, com o simulacro de um acidente de viação envolvendo um morto e vários feridos graves,


No local – troço da Estrada Nacional 103 onde, este domingo, se assinalou o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada – estiveram os Bombeiros da Póvoa Lanhoso e a GNR. Por entre as duas faixas de rodagem via-se um “cadáver” tapado por um lençol branco e dois automóveis que tinham acabado de “chocar frontalmente”, com feridos graves no seu interior.


Afinal a ficção a retratar a realidade naquela estrada nacional, que liga os distritos de Viana do Castelo e Braga com Trás-os-Montes, através de Esposende, Barcelos, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Montalegre e Chaves, ligando ainda à província de Orense, em Espanha.


O presidente da Câmara da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, recentemente eleito, enalteceu a O MINHO o empenho das forças de segurança e de socorro, prometendo organizar estes simulacros e outras iniciativas a nível da Proteção Civil, em diversos domínios temáticos.


“Temos aqui curvas muito perigosas, por isso escolhemos este local, pois nunca é demais alertar as pessoas para a sinistralidade rodoviária e suas consequências. Continuaremos a chamar a atenção”, disse.


De acordo com o autarca, “os acidentes vitimam as pessoas, mas também aquelas que se encontram à sua volta, que sofrem igualmente com essas situações, por isso temos de articular estas e outras iniciativas para chamar a atenção das pessoas para as situações”.


Nesta iniciativa estiveram também o comandante interino dos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso, Luís Soares, além do sargento-chefe José Silva, adjunto do Comando do Destacamento Territorial da GNR da Póvoa de Lanhoso, bem como outros militares da GNR, tanto da Secção de Programas Especiais como do Destacamento de Trânsito.


Fonte: O Minho

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________