Proteção Civil Instala SubComando Regional do Tâmega e Sousa em Baião - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

domingo, 21 de novembro de 2021

Proteção Civil Instala SubComando Regional do Tâmega e Sousa em Baião

 


O subcomando regional da Proteção do Tâmega e Sousa vai ficar instalado na Casa de Chavães, em Baião.


O anúncio foi feito esta tarde no quartel dos bombeiros da vila baionense pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, no decurso de uma dupla homenagem a Augusto Freixo, antigo presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Baião, e a José Costa.


A instalação de estruturas de comando sub-regionais decorre da reforma da lei orgânica da Autoridade Nacional da Proteção Civil na sequência do relatório da Comissão Técnica Independente, após os grandes incêndios de 2017, que prevê a profissionalização de meios e instalação de estruturas de coordenação de base territorial. "Já foram instalados cinco comandos regionais e, em 2022, de acordo com a lei, vamos desenvolver a instalação dos comandos sub regionais correspondentes às comunidades intermunicipais [CIM]", explicou Eduardo Cabrita.


O comando sub-regional, na prática é uma estrutura de comando e controlo que fará a primeira resposta e primeiro comando de meios entre ocorrências no espaço sub regional. "Permite centralizar uma resposta nesta área que tem características diferentes da Área Metropolitana do Porto e, dentro da morfologia da CIM do Tâmega e Sousa, entendeu-se que seria Baião o local adequado dada a facilidade de, a partir daqui, nos ligarmos com os municípios do norte e do sul do rio Douro ", acrescentou o ministro.


"Enquanto autarca fico muito satisfeito por Baião ter sido escolhido, até porque desde a primeira hora o município disponibilizou-se para encontrar as condições necessárias para servir a estrutura de cariz regional, em linha do que foi seguido com a instalação em Baião de brigadas de Sapadores Florestais. Esta realidade vai implicar a permanência de pessoas a trabalhar a partir daqui o que não é displicente", sublinhou Paulo Pereira, autarca de Baião.


No raid que efetuou hoje em Baião, Eduardo Cabrita foi ainda confrontado pelo autarca de Baião com a necessidade de reforço do efetivo do Posto Territorial da Guarda Republicana de Baião e da melhoria das condições do respetivo quartel da GNR.


Quanto aos homenageados, Augusto Freixo e José Costa, os dois voluntários que serviram a corporação ao longo de 50 anos receberam da Liga Portuguesa de Bombeiros e da Federação de Bombeiros do Distrito do Porto os respectivos crachás por uma vida dedicada ao voluntariado.


Na ocasião foi ainda benzida, pelo pároco local, uma nova ambulância da corporação.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________