Associação Bombeiros Voluntários de Leiria Alvo de Inspecção Financeira pela Protecção Civil - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Associação Bombeiros Voluntários de Leiria Alvo de Inspecção Financeira pela Protecção Civil

 


A Direcção Nacional de Inspecção de Serviços de Emergência e Protecção Civil (ISEPC) realizou uma inspecção financeira à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Leiria, após a denúncia de operacionais do corpo de bombeiros a reportar que as verbas relativas às equipas que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) não tinham sido pagas.


Segundo fonte do Ministério da Administração Interna (MAI), a Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) recebeu, no passado dia 17 de Junho de 2021, "uma denúncia apresentada por elementos do corpo de Bombeiros de Leiria a reportar que as verbas transferidas pela Autoridade Nacional para pagamento aos bombeiros que integram as equipas de combate a incêndios no DECIR, compensação dos elementos voluntários prevista na Directiva Financeira, não são pagas", de acordo com o estipulado na legislação dedicada às forças dos bombeiros do DECIR.


Perante a denúncia, a ISEPC  "iniciou diligências para obtenção de informações, no dia 23 de Junho, para o apuramento dos factos denunciados, tendo realizado uma inspeção financeira da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Leiria".


"Neste momento está em curso um procedimento administrativo, que será tramitado ao abrigo do estatuído no Código do Procedimento Administrativo, o qual corre termos na ISEPC", informa ainda o MAI.


O MAI revela que os montantes diários a abonar aos bombeiros que integram o DECIR 2021 são de 57 euros por 24 horas para os bombeiros que integram as equipas de combate a incêndios (ECIN) e equipas logísticas de apoio a combate (ELAC).


Fonte: Noticias de Leiria

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________