GNR Sensibiliza Cada Vez Mais os Turistas para os Perigos das Cascatas no Gerês - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sexta-feira, 3 de setembro de 2021

GNR Sensibiliza Cada Vez Mais os Turistas para os Perigos das Cascatas no Gerês

 


O Posto de Busca e Resgate em Montanha do Gerês (PBRMG) da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) da GNR, está a desenvolver, nas última semanas, cada vez mais ações preventivas, junto dos turistas que procuram diariamente a zona das cascatas, o que contribuiu decisivamente para a redução do número e da gravidade das ocorrências, a que têm acorrido em colaboração, em especial, com os Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, Bombeiros Voluntários de Salto e Cruz Vermelha de Rio Caldo.


As situações mais problemáticas continuam a ocorrer nas Cascatas do Tahiti (na verdade têm dois nomes originais distintos, de Cascatas de Fecha de Barjas para o povo de Terras de Bouro e de Cascatas de Várzeas para os habitantes de Fafião), que dominam o número de ocorrências e as mais graves, como aconteceu esta terça-feira e domingo, seguindo-se as Cascatas do Arado, mais acima, depois as Cascatas do Rio Homem, ainda mais acima.


Nas cascatas e também nos pontos de partida, dos imensos trilhos do Parque Nacional da Peneda-Gerês, o único espaço natural português com tal estatuto, os militares da GNR têm vindo a sensibilizar muitas famílias para os perigos que estão escondidos por trás da beleza daquelas serras, ao longo dos seus cerca de 70 mil hectares, com uma linha de fronteira de quase 100 quilómetros, abrangendo cinco concelhos (Melgaço, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Terras de Bouro e Montalegre), de três distritos (Viana do Castelo, Braga e Vila Real).


A existência recentemente de militares da GNR especializados a trabalhar em ambiente de montanha e em permanência, agora ao longo de todo o ano, tem permitido uma maior proximidade junto dos inúmeros cidadãos que diariamente demandam a região do Gerês, incluindo muitos estrangeiros, através de patrulhamentos constantes, nas imediações dos pontos mais críticos, sensibilizando os turistas para os cuidados básicos a ter nas serranias.


Este trabalho tem sido possível, segundo apurou O MINHO, graças à interligação destes militares com os seus camaradas dos Postos Territoriais da GNR da Vila do Gerês e de Terras de Bouro, bem como com as corporações dos Bombeiros e as Delegações da Cruz Vermelha Portuguesa, sempre numa lógica de colaboração e complementaridade.


Mais de 20 ocorrências este verão


Apesar dos esforços das forças de socorro e de segurança, este verão, no Parque Nacional da Peneda-Gerês, houve pelo menos mais de duas dezenas de ocorrências significativas, a par de outras situações menos graves ou que nem sequer são reportadas às autoridades.


Segundo um levantamento realizado por O MINHO, entre buscas, resgates e salvamentos, houve intervenções em diversas zonas do único parque nacional português, com destaque para as Cascatas do Tahiti, do Arado e da Portela do Homem, confirmando-se que a maior parte dos casos ocorrem no concelho de Terras de Bouro, mas também têm ocorrido mais casos na área do Baixo Barroso, em Montalegre, onde se têm destacada os Bombeiros de Salto, como nas Sete Lagoas e na Tribela (Fafião), para além de outros locais igualmente freguesia montalegrense de Cabril, nomeadamente a trilhos da Grande Rota 50 do PNPG.


Fonte: O Minho

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________