Incêndio "Difícil" Atinge Atenas e Força Retirada de mais de 300 Pessoas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Incêndio "Difícil" Atinge Atenas e Força Retirada de mais de 300 Pessoas

 


Atenas acordou, esta quarta-feira, sob fumo e fogo devido a um incêndio a norte da capital grega, no sopé do Monte Parnes, que obrigou à retirada de pessoas, mas que os bombeiros esperam controlar "nas próximas horas".


O incêndio começou na tarde de terça-feira e dezenas de casas, restaurantes e outros negócios sofreram grandes danos durante a noite, em Varympompi, a 30 quilómetros a nordeste de Atenas, de acordo com as autoridades.


Esta situação acontece num momento em que o país está a ser atingido pela pior onda de calor das últimas três décadas, com temperaturas superiores a 43ºC em alguns locais.


"Fomos confrontados com um incêndio difícil em condições escaldantes extremas", indicou o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, que visitou Varympompi, a principal vila afetada pelo fogo, localizada num pinhal no sopé do Monte Parnes.


O vice-ministro da Proteção ao Cidadão, Nikos Hardalias, destacou que "a noite foi excecionalmente difícil". "Havia quatro frentes" do fogo, mas "atualmente o incêndio está em recessão, há apenas uma", afirmou durante uma conferência de imprensa realizada hoje de manhã no centro operacional dos bombeiros de Varympompi.


A assessoria de imprensa dos bombeiros vincou esta manhã que a "situação melhorou" e que se espera ter o "incêndio controlado nas próximas horas".


Mais de 500 bombeiros com cinco helicópteros e dezenas de aviões continuam os trabalhos de combate ao incêndio.


Depois de Penteli, na semana passada, hoje é o Monte Parnes, a segunda das três montanhas que cercam a bacia de Atenas, a ser atingido por um incêndio, espalhando cinzas e fumo sobre a capital grega.


Mais de 300 pessoas foram retiradas da localidade de Varympompi e de duas outras vilas vizinhas, assim como quase 200 cavalos, que estavam nos centros equestres da área, e que ficaram ilesos.


A polícia disse ter ajudado cerca de 70 pessoas que estavam presas em casa em comunidades cercadas pelas chamas.


Pulmão da capital e frequente refúgio de fim de semana para os atenienses, Vaympompi fica perto do antigo palácio real de Tatoi, onde as obras mais preciosas foram guardadas por precaução.


Na terça-feira, a Grécia foi vítima de quase 80 incêndios, segundo Nikos Hardalias. Pelo menos outros dois incêndios ardem ainda no país: um no sul da península de Peloponeso, em Vassilitsi, a 300 quilómetros ao sul de Atenas, e outro na ilha de Evia, a 200 quilómetros a este da capital, onde oito aldeias foram evacuadas.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________