Por Mais que Nos "Comandem Não São Um de Nós" - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

domingo, 25 de julho de 2021

Por Mais que Nos "Comandem Não São Um de Nós"


Começo o tema desta semana com pesar.


Esta semana duas pessoas morreram com a farda vestida. Duas pessoas, dois amigos, dois filhos, dois… dos nossos.


Mas não estamos aqui para nos lamentar, pelo menos sobre eles.


Estamos aqui para nos lamentar sobre a homenagem fúnebre deles.


A bonita intervenção do nosso Presidente da República (ou Tio Marcelo para os amigos) não deixa esconder o espírito de “inserir nome aqui” das cerimónias fúnebres e da sua homenagem.


Desde 2000 já 102 bombeiros perderam a vida em serviço, e o que vimos esta semana nada fez sentir que não passassem apenas disso, números, mensagens quando partimos .


As mensagens não pagam contas dos que cá ficam, as mensagens não dão apoio psicológico dos que perdem uma pessoa querida morrendo também um pedaço deles , mas mensagens são isso mesmo mensagens e já dizia Wallace  Eugénio "Palavras o vento leva (..)


Eu sei que não é possível personalizar cada uma das homenagens ou honras ou menções de mérito, pois aí não fazíamos mais nada, mas a leviandade com que podemos trocar o “Carlos” e a “Neuza” pelo “Zé do Pipo” e a “Tia Maria”, e tudo o resto continuar a fazer sentido, é triste.


Quando as notas de pesar são todas iguais, muito pouco pesar há. Se calhar é esse o problema… andamos a levar isto de demasiado ânimo leve.


Se fazemos a diferença como gostam de afirmar em cada nota , não podemos ser só mais um número quando o "luto " do governo sobre nós termina .


A todos os colegas que perderam algum camarada dentro e fora de missão, deixo o meu lamento que é enorme pois partilho o mesmo amor que vocês pela farda .


A todos os membros do governo que só aparecem depois de já pouco se fazer só consigo dizer que além de lamentar a vossa permanência em cargos de poder (por mim um deles podia sair a 200km/H), estimo bem que se F* as vossas sinceras condolências, que de sinceras tem pouco mas realmente uma coisa vocês tem razão "Não é para todos ser Bombeiro" graças a deus que por mais que nos "comandem não são um de nós !.


Ariana Ribeiro

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________