EIP - Quartéis "Ganham" Mais de 900 Profissionais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quarta-feira, 21 de julho de 2021

EIP - Quartéis "Ganham" Mais de 900 Profissionais

 


O Ministério da Administração Interna (MAI) agendou para esta sexta-feira, a cerimónia de assinatura dos protocolos para a criação de mais de 100 novas Equipas de Intervenção Permanente (EIP). A sessão que será presidida pela secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, realiza-se em Mação, distrito de Santarém.


Instituídas em 2001, estas equipas são constituídas por cinco elementos cada, que estão em permanência nos quartéis para responder a qualquer ocorrência urgência e emergência registada no concelho.


Segundo o MAI, atualmente, servem o País 406 EIP, 337 (83%) das quais foram criadas desde 2017 no quadro da reforma do sistema de emergência e proteção civil preconizada pelo executivo socialista que assenta na "profissionalização dos corpos de bombeiros voluntários" e resulta de um esforço partilhado da Autoridade nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e das autarquias.


O ministério refere ainda que as Equipas de Intervenção Permanente são "formadas por bombeiros profissionais" e caracterizam-se "pela sua elevada especialização, com conhecimentos em valências diferenciadas para atuarem em diferentes cenários".


A estas 100 novas equipas somam-se outras 60 que, no passado mês de maio, foram formalmente apresentadas no Auditório Municipal de Vendas Novas, no distrito de Évora, na cerimónia de assinatura dos respetivos protocolos.


Nessa sessão, presidida pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, participaram os presidentes da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) Jaime Marta Soares, e da ANEPC, Duarte Costa e o presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas, Luís Dias.


Na ocasião, Jaime Marta Soares em nome da LBP congratulou-se com este reforço de meios humanos "pelo qual a confederação muito se tem batido", salientando que o objetivo primeiro de garantir "a existência de uma EIP por corpo de bombeiros foi alcançado", e que, presentemente, muitos quartéis contam já com uma segunda equipa. O dirigente lembrou ainda que, mercê da persistência reivindicativa dos bombeiros foi possível, nesta matéria, fazer em apenas três anos muito mais do que nos 17 anteriores, e triplicar o número destas equipas especializadas.


Estas 60 brigadas de reforço, já servem em todos os 18 distritos do território continental e num total de 48 municípios. Neste caso, das seis dezenas de quartéis beneficiados 21 receberam a primeira EIP e os restantes 39, segundas equipas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________