Domingos Ferreira é o Novo Comandante dos Bombeiros de Amares - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

domingo, 11 de julho de 2021

Domingos Ferreira é o Novo Comandante dos Bombeiros de Amares

 


Domingos Ferreira foi empossado comandante dos Bombeiros Voluntários de Amares, a par do segundo-comandante, Miguel Eiras, e da adjunta de Comando, Rita Joana Costeira, tendo o mais alto responsável prometido "dedicação, trabalho e empenho".


O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, declarou que "o novo comandante irá continuar a fazer um excelente trabalho à frente do corpo ativo dos bombeiros", enquanto o presidente da assembleia geral da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Amares, João Januário, disse que a cerimónia não foi mais do que "operacionalizar o que já é uma realidade", sentindo a corporação aquilo que "implicava não ter comando, uma situação adversa" que foi resolvida com "paciência e perseverança".


Domingos Ferreira é um histórico na corporação desde 1990, esteve sozinho no comando durante vários anos sempre no cargo de adjunto de Comando e tomou agora posse como comandante de direito, depois de ter representado a corporação nas ocasiões mais difíceis, como o surto de covid que afetou vários bombeiros.


Miguel Eiras, na corporação desde 1999, tomou posse como segundo-comandante e Rita Joana Costeira, na corporação desde 2000, foi empossada enquanto adjunta do Comando, ficando a partir de agora completa a estrutura hierárquica daquela corporação de Amares.


A cerimónia decorreu no exterior do quartel, respeitando todas as regras sanitárias ditadas pela covid-19, com as forças em parada, a prestar honras e continências ao seu estandarte e às entidades convidadas.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________