Quando o SIEM se Une para Salvar Vidas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 11 de maio de 2021

Quando o SIEM se Une para Salvar Vidas

 


Às 13h57 do dia 5 de maio, o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM recebeu um pedido de apoio para uma vítima de um acidente de escalada na zona do Cântaro Magro, concelho de Manteigas, na Serra da Estrela. Este alerta referia que um indivíduo de 45 anos teria caído, num acidente de escalada, de uma altura de cerca de 30 metros.

 

O CODU, em conjunto com os seus parceiros no Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), mobilizou para o local os meios adequados para socorrer o acidentado.

 

Foram de imediato mobilizados para o local a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) situada no Hospital da Guarda, os Bombeiros Voluntários de Manteigas e o Helicóptero de Emergência Médica (HEM) situado em Viseu. Foram ainda mobilizados, através do Centro de Operações de Socorro da ANEPC, meios de resgate da Equipa de Montanha da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) da GNR, da Força Especial de Proteção Civil da ANEPC e das Corporações de Bombeiros Voluntários da área.

 

Às 14h10, a equipa da GNR que conseguiu chegar próximo do local reportou que se tratava de uma vítima de 50 anos que tinha sofrido um traumatismo na bacia e membros inferiores após uma queda de aproximadamente 60 metros.

 

Dado o local onde esta se encontrava, foi mobilizado um helicóptero AW119 Koala, da Esquadra 552 da FAP, localizado em Ovar, para fazer a extração da vítima daquele local de difícil acesso e transportá-la até à equipa médica do INEM que se encontrava a aguardar junto à zona da Torre da Serra da Estrela.

 

Após a estabilização da vítima pela equipa médica do INEM, esta foi helitransportada até aos Hospitais da Universidade de Coimbra.

 

Nesta ocorrência, estiveram envolvidos cerca de meia centena de operacionais, entre equipas de regaste e equipas de emergência pré-hospitalar, e diversos recursos materiais, com destaque para dois helicópteros, um do INEM e outro da FAP.

 

Este evento prova que Portugal dispõe de um SIEM robusto, com profissionais capazes para fazer face até às ocorrências mais adversas.

 

Parabéns a todos os envolvidos nesta operação.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________