Covid tira 90 Milhões ao INEM e Impede Renovação da Frota - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Covid tira 90 Milhões ao INEM e Impede Renovação da Frota

 


Saldo de gerência ficou quase a zeros. Verba foi usada em equipamentos de proteção e ventiladores. Há 150 corporações à espera de nova ambulância, mas não há data para retomar plano.


As contas do INEM sofreram, em 2020, um "rombo" de cerca de 90 milhões de euros, que está a impedir a concretização de investimentos previstos, como a renovação das ambulâncias afetas aos bombeiros. No ano passado, ficaram por substituir 75 viaturas e este ano são outras tantas. O JN sabe que praticamente toda a verba dos saldos de gerência acumulados dos últimos anos do instituto foi canalizada para a compra de equipamentos de proteção individual (EPI) e ventiladores para ajudar o Serviço Nacional de Saúde na resposta à pandemia.


E é precisamente daquele "bolso" que o INEM retira, desde 2017, alguns milhões de euros por ano para renovar as ambulâncias PEM (Posto de Emergência Médica), que estão sediadas nos bombeiros, e para abrir novas, de modo a melhorar a cobertura do socorro a nível nacional. O INEM tinha em saldo de gerência cerca de 90 milhões de euros e, no ano passado, ficou reduzido a menos de 200 mil euros, apurou o JN.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________