GNR da Guarda Utiliza Novas Tecnologias para Sensibilizar População Sobre Incêndios - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

segunda-feira, 26 de abril de 2021

GNR da Guarda Utiliza Novas Tecnologias para Sensibilizar População Sobre Incêndios

 


O Comando Territorial da GNR da Guarda está a utilizar as novas tecnologias e as redes sociais para sensibilizar a população para a prevenção de incêndios rurais e para a gestão de combustíveis, foi esta segunda-feira anunciado.


A GNR realizou esta segunda-feira de manhã, na freguesia de Videmonte, no concelho da Guarda, uma ação de sensibilização porta a porta, no âmbito da Campanha Floresta Segura, com utilização de diversos conteúdos digitais que foram desenvolvidos por alunos do Instituto Politécnico da Guarda (IPG).


O capitão Óscar Capelo, chefe da Secção de Proteção da Natureza e Ambiente do Comando Territorial da GNR da Guarda, disse à agência Lusa que este ano foi criada uma parceria entre a instituição e o IPG "com o intuito de produzir conteúdos para uma campanha de comunicação com o objetivo de sensibilizar [a população] para a prevenção de incêndios rurais".


No âmbito da iniciativa, alguns alunos do curso de Comunicação Multimédia da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do IPG produziram "cinco curtas metragens, três 'spots' de rádio e centenas de conteúdos 'online' (cartazes)", que estão a ser utilizados pela GNR e pelas várias entidades envolvidas na defesa da floresta contra incêndios.


Segundo Óscar Capelo, este ano, devido à pandemia, foi mais difícil para a GNR fazer ações presenciais e de contacto direto com as pessoas, daí que, em colaboração com o IPG, tenha sido elaborada a campanha de comunicação assente em conteúdos digitais.


"Foi uma forma de desconstruir o texto da lei em conteúdos audiovisuais e, junto das pessoas, com a utilização de 'tablets', passamos os vídeos, que são curtos, com dois minutos, com o resumo daquilo que elas têm que fazer para a autoproteção", explicou.


No âmbito da campanha, elementos do Comando Territorial da GNR da Guarda pertencentes ao policiamento comunitário e ao serviço de Proteção da Natureza e Ambiente estão no terreno a mostrar os "pequenos vídeos com as ações" que os cidadãos devem realizar, no âmbito da Campanha Floresta Segura, e a esclarecer eventuais dúvidas.


Os conteúdos da campanha, que, segundo Óscar Capelo, "são fáceis" de percecionar pelos destinatários, também estão disponíveis nas redes sociais.


O responsável considera que a sensibilização da população para os cuidados a ter com o uso do fogo e com a necessidade e os critérios da gestão de combustíveis (que deve ser realizada até 15 de maio) "é importante, porque a grande maioria das ocorrências [de incêndios florestais] resulta de atitudes negligentes".


Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________