Menos 25% de Acidentes nas Estradas e Menos 84 Mortes - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 29 de março de 2021

Menos 25% de Acidentes nas Estradas e Menos 84 Mortes

 


Os acidentes nas estradas portuguesas diminuíram mais de 25% no ano passado face a 2019 devido, por um lado, à pandemia, e por outro, ao trabalho de fiscalização e sensibilização das polícias nas estradas.


Em paralelo à redução dos acidentes, foram registadas menos 84 mortes em 2020, num total de 404, número que o Governo considera inaceitável.


"Se pensarmos que 400 mortes significava a queda de dois aviões, seríamos convergentes na ideia de que é absolutamente inaceitável, portanto a visão zero mortes é o nosso objetivo", admitiu a secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, durante a apresentação do relatório anual da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) esta segunda-feira.


O relatório da ANSR revela que houve menos 25,8% de acidentes em Portugal, menos 9.203 face a 2019. A diminuição de acidentes levou consequentemente a menos mortes e feridos nas estradas. De acordo com o relatório, houve menos 17,7% vítimas mortais (-84), menos 20,5% de feridos graves (-472) e menos 28,9% de feridos leves (-12.496).


Patrícia Gaspar admitiu que a pandemia teve "obviamente" um impacto nestes números, mas não só. "O primeiro trimestre de 2020, antes da primeira declaração do Estado de Emergência, já nos dava sinais de que os indicadores estavam com uma boa tendência de descida".


"Isso explica-se pelo trabalho que está a ser realizado de fiscalização de prevenção e sensibilização pela ANSR e serviços de segurança, bem como pelos mecanismos de fiscalização cada vez mais automática, como seja a rede de radares que está em processo de expansão, ou a revisão pontual da legislação que houve 2020", prosseguiu.


Rui Ribeiro, presidente da ANSR, afirmou sobre a questão dos radares que o processo se encontra em fase de concurso público e "se tudo correr dentro dos prazos previstos, o processo de instalação de radares pode ainda decorrer este ano".


O Governo aponta para o objetivo de zero mortes na estrada e Patrícia Gaspar fez um apelo aos portugueses. "Todas as manhãs quando conduzimos temos que perceber que temos na mão uma arma que no limite pode acabar com a minha vida ou a vida dos outros e se nos focarmos nessa ideia será mais fácil perceber que a todo o momento têm que ser cumpridas as regras de condução. Se todos nós estivermos isto em mente podemos acabar com este problema de saúde pública que é a sinistralidade rodoviária", concluiu.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________