Manuel Castro Quer “Unir Todos os Bombeiros, Direção e Assembleia” - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 12 de março de 2021

Manuel Castro Quer “Unir Todos os Bombeiros, Direção e Assembleia”

 


O novo presidente dos Bombeiros das Taipas refere que teve todo o apoio de José das Neves Machado. “Sou um homem de desafios, é mais um desafio que tenho na minha frente e irei vencê-lo conjuntamente com todos os bombeiros”, indica.


“O objetivo que tenho traçado para este final de mandato é unir todos os bombeiros, direção e assembleia”. As palavras são de Manuel Castro, sucessor de José das Neves Machado na presidência dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas. Depois de um impasse diretivo, a decisão foi conhecida ontem, quinta-feira.


Em declarações ao Reflexo, o novo presidente sublinha que os bombeiros devem muito a José das Neves Machado, até porque “28 anos [à frente da instituição] não são 28 dias”. “Merece todo o respeito, da assembleia e do Bombeiro Voluntários das Taipas. Neste processo, vou dar seguimento ao projeto que ele tinha até ao final do mandato”, diz. No discurso em que assume ao corpo de bombeiros que será o novo presidente da instituição, Manuel Castro afirma que teve o “total apoio” do antecessor.


“A partir de hoje sou o vosso presidente, e como tal assumo todas as responsabilidades das decisões, que, a partir de hoje, sejam tomadas pela atual direção. Peço-vos a todos vós, Soldados da Paz, que caminhemos juntos, em busca da união e cooperação, para que a nossa associação dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas continue a ser um exemplo a nível nacional”, refere na mesma declaração.


Recorde-se que, em virtude dos pedidos de demissão do anterior presidente, José das Neves Machado, e da vice-presidente Sílvia Lopes, havia duas possibilidades em cima da mesa: os membros da direção assumirem os destinos da instituição, ou a necessidade de se realizar eleições.


A nomeação de Manuel Castro impede este último cenário. O novo presidente afirma que tudo vai fazer para “todos seguirem juntos no mesmo sentido”. “Tive o apoio da assembleia geral e dos membros da direção. Dou seguimento ao processo do senhor Pe Machado até o fim do mandato, que é mais ou menos um ano e pico. A partir daí, não irei assumir mais nenhuma responsabilidade. Sou um homem de desafios, é mais um desafio que tenho na minha frente e irei vencê-lo conjuntamente com todos os bombeiros”, indica ao Reflexo.


Manuel Castro, na foto ao lado do comandante Rafael Silva, já foi diretor dos bombeiros há 30 anos e foi mais recentemente chamado por José das Neves Machado “para o ajudar na difícil tarefa que tinha pela frente.”


Com a direção a assumir a gestão dos Bombeiros das Taipas até ao final do mandato, foram cooptados os sócios Nuno Lourenço Mendes e Luís Silva para completar a direção. Manuel Dias da Silva, que já fazia parte da direção, passa a ser vice-presidente e Nuno Lourenço Mendes é cooptado diretamente como vice-presidente. Relativamente ao conselho fiscal, que também se demitiu, serão convocadas eleições para este órgão, possivelmente a realizarem-se no dia 24 de abril.


Fonte: Reflexo Digital

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________