António Nunes Candidato à Presidência da Liga de Bombeiros Portugueses - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 3 de março de 2021

António Nunes Candidato à Presidência da Liga de Bombeiros Portugueses

 


Se a nossa candidatura se justificava plenamente pela inovação, pelo estudo dos temas, pela preocupação com os assuntos prioritários que dizem respeito aos bombeiros, fica plenamente justificada pela elevada importância que damos ao tema “APOIO E INCENTIVO AO VOLUNTARIADO”.


Senão vejamos. A PORDATA, base de dados da credível Fundação Manuel dos Santos, indica nas suas estatísticas que em 2000 estavam registados 41.454 Bombeiros, em 2006, 42.208 e a partir desse ano a curva de declínio acentua-se atingindo em 2019 o número de 26.939 Bombeiros.


Uma das principais razões da nossa candidatura centra-se na promoção de ações que possam inverter esta tendência, promovendo várias atividades, para que em cada ano do nosso mandato, possamos contribuir para que o número atual de cerca de 30.000 Bombeiros, passe a crescer em valor absoluto,  1.000 Bombeiros Voluntários por ano, atingindo no final de 2025, o valor mínimo de 34.000.


Temos consciência que é um esforço significativo, não só parar esta curva descendente, como invertê-la, mas com ações concretas e muito dirigidas vamos conseguir.


Vamos promover e divulgar medidas de incentivo ao voluntariado, concluindo, desde logo, os vários temas abertos nos últimos anos pela LBP sobre a redução de impostos específicos para os Bombeiros e enunciando um vasto conjunto de iniciativas como a revisão das condições dos seguros, a diferenciação da assistência médica e medicamentosa, o apoio ao ensino de recurso para obtenção da escolaridade mínima com impacto significativo em regiões do interior, a formação técnico-profissional especializada ligada às atividades dos corpos de bombeiros, mas também como preparação para a empregabilidade na sociedade, medidas de revisão do Estatuto Social do Bombeiro e, naturalmente, uma alargada campanha de sensibilização dos jovens, quer diretamente, quer através da JuveBombeiro.


A nossa equipa estará sempre na linha da frente para promover melhores condições de recrutamento para que as AHBV e seus Comandos possam dispor desses instrumentos para melhorar as suas condições operacionais.


António Nunes

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________