"Grande Susto". Cerca de Cem Botijas de Gás Explodiram em Sesimbra - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 6 de fevereiro de 2021

"Grande Susto". Cerca de Cem Botijas de Gás Explodiram em Sesimbra

 


Um incêndio num armazém na localidade de Aiana-de-Cima, em Sesimbra, no distrito de Setúbal, originou a explosão de cem botijas de gás, causando grande susto na população.


O alerta foi dado às 23.15 horas de sexta-feira e, segundo disse ao JN o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, as primeiras indicações apontavam para "um incêndio num barracão onde estava um veículo e várias garrafas de gás". Com os meios de socorro no local e após o incêndio ser dominado, pelas 00.30 horas, veio a confirmar-se que "foram cerca de cem botijas de gás butano e propano que explodiram", declarou Francisco Luís, vereador da Proteção Civil, pelas 2 horas da madrugada deste sábado.


Francisco Jesus, presidente da Câmara de Sesimbra, confessa que foi "um grande susto". Na sua página na rede social Facebook, explicou que "as explosões ouvidas em todo o território de Sesimbra foram num armazém de gás, na zona da Roça (entre Alfarim e Aiana)". Confirmou ainda que "não há para já vítimas a registar. Apenas danos materiais".


As várias explosões que se sucederam ao incêndio alarmaram os habitantes da região, sendo muito fortes e, por isso, visíveis e "audíveis a alguns quilómetros de distância", segundo indicou o vereador Francisco Luís e como comprova um vídeo que foi divulgado por habitantes da zona.


O armazém situa-se numa quinta, numa "zona florestal, com pinheiro manso e pinheiro bravo", não estando localizado perto de habitações. "Há alguns danos materiais mas sem danos pessoais. Está a decorrer o rescaldo e de manhã vai ser feita uma avaliação" das condições do armazém, bem como das causas do incêndio, explicou o vereador da Proteção Civil de Sesimbra.


Para o local foram mobilizados 21 veículos e 45 operacionais dos Bombeiros de Sesimbra, GNR e Proteção Civil.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________