"Dar Voz aos Bombeiros" Haja Coragem e Entreguem a Vacinação de Covid às Forças Armadas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

"Dar Voz aos Bombeiros" Haja Coragem e Entreguem a Vacinação de Covid às Forças Armadas

 


Uma verdadeira vergonha para não dizer outra coisa mais feia, aquilo que todos os dias vemos sobre o processo de vacinação contra a Covid em Portugal.


Isto já ninguém se entende, já não se sabe quem é prioritário e quem não é.


São já alguns os casos de irregularidades de vacinas administradas a pessoas consideradas "não prioritárias", podia enumerar aqui cada um deles, mas não quero ser chato para quem ler este meu pequeno texto.


Chego à conclusão que isto anda tudo à deriva, Portugal parece um navio completamente cheio de rombos no casco, a meter água por todos os lados, e quando assim é, o mais certo é acabar por se afundar.


Foi criada uma "força especial" para o processo de vacinação, bem, de especial só se for mesmo o nome, porque de resto é asneira atrás de asneira.


Tenho pena que não se aproveite o que de Portugal tem de bom, e mais concretamente neste caso, as nossas Forças Armadas, com recursos quer a nível de infraestruturas, quer a nível de recursos humanos para fazer um trabalho exemplar neste processo de vacinação à Covid.


Ganhem coragem e entreguem este processo às Forças Armadas, tanto na administração da vacina assim como na escolta da mesma, coloque-se o exercito na rua, e tenho a firme a certeza que se acabam os amigos dos amigos dos familiares do  amigo, e que se vacine quem deve ser vacinado de imediato.


Haja coragem...


De um Bombeiro do Quadro de Honra que defendeu  o lema "Vida por Vida" até que o limite de idade o impedisse de o continuar a fazer. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________