População deixa Comida a Bombeiros e Utentes Que Esperam em Ambulâncias - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 31 de janeiro de 2021

População deixa Comida a Bombeiros e Utentes Que Esperam em Ambulâncias

 


A população de Almada tem-se dirigido ao Hospital Garcia de Orta (HGO) com alimentos para os bombeiros e utentes que esperam nas ambulâncias pela entrada na Urgência.


Durante esta tarde de sábado, os bombeiros de Almada colocaram uma viatura de comando no espaço para acomodar os sacos de comida que chegam aos bombeiros desde o início da semana.


Ricardo Silva, adjunto de comando desta corporação, explica que "as pessoas têm conhecimento das longas filas de espera das ambulâncias e decidiram, por iniciativa própria, deixar comida para os bombeiros e utentes".


A corporação assegura a alimentação dos seus operacionais nestas situações, mas, ainda assim, Ricardo Silva agradece a boa vontade da população o ato de carinho.


O Hospital Garcia de Orta tinha, este sábado, 234 doentes positivos por infeção por SARS-COV-2, dos quais 197 estão internados em enfermaria, 27 na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e 10 doentes internados em Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD). A taxa de ocupação, no Nível de Contingência planeado, situa-se hoje nos 312%.


O Hospital Garcia de Orta apela a que a população dos concelhos de Almada e Seixal para que, em caso de doença, recorra em primeiro lugar ao centro de saúde.


Em caso de sinais e sintomas, compatíveis com doença respiratória, a população deve dirigir-se primeiro às áreas dedicadas para doentes respiratórios - ADR - da Trafaria e do Seixal que, aos sábados e domingos, funcionam entre as 8 e as 20 horas.


O HGO alerta a população para que reserve as situações mais complexas, graves, agudas e urgentes para serem assistidas no hospital.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________