Covid-19: Bombeiros da Região Apreensivos com Vacinação para50% do Corpo Ativo Numa Primeira Fase - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 30 de janeiro de 2021

Covid-19: Bombeiros da Região Apreensivos com Vacinação para50% do Corpo Ativo Numa Primeira Fase

 


Em declaração ao Tâmegasousa.pt, José Morais, comandante dos Bombeiros de Paredes e presidente da Federação de Bombeiros do Distrito do Porto, sublinhou que “o processo de vacinação aos bombeiros está mal conduzido por parte do Governo e sem planeamento”.


José Morais disse “não concordar com a forma como o processo está a ser conduzido, que deixa departe metade dos operacionais de cada corporação e os bombeiros estagiários, que nem incluídos no plano de vacinação estão”.


“Somos os primeiros a chegar aos doentes covid e sentimos, nesta pandemia, que estamos em terra ninguém”, lamentou.


Na corporação de Paredes vão ser vacinados 34 operacionais, que serão escolhidos pelo comandante, depois de obedecidos os critérios das autoridades de saúde.


“Cria-se uma desigualdade enorme entre operacionais que merecem ser tratados da mesma forma e que podem, os que não receberem a vacina, recusar fazer serviços porque não estão vacinados”, acrescentou José Morais.


Corporações de Felgueiras vão vacinar 99 operacionais


Contactado pelo Tâmegasousa.pt, Júlio Pereira, comandante dos Bombeiros de Felgueiras, revelou que vão ser vacinados, para a semana, 43 bombeiros, metade do atual corpo ativo, desconhecendo quando serão vacinados os restantes bombeiros.


“Esta seleção de operacionais que temos de fazer para uma primeira fase de vacinação cria-nos muitos constrangimentos”, começou por dizer, evidenciando que “todos os bombeiros, profissionais ou voluntários, são essenciais no socorro e por isso, neste momento, todos são poucos para vacinar".


De acordo com Júlio Pereira, as indicações dadas pelas autoridades de saúde à corporação apontam a próxima semana para o arranque da vacinação nos Bombeiros de Felgueiras, “mas ao contrário do que passa para fora, apenas 50% vão ser vacinados e não temos indicação de quando serão os outros”.

 

Fonte: TamegaSousa.pt

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________