Corpo de Bombeiros de Beja em "Alerta Vermelho" com 14 Infetados - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

domingo, 17 de janeiro de 2021

Corpo de Bombeiros de Beja em "Alerta Vermelho" com 14 Infetados

 


"Alerta vermelho? Eu diria que estamos em roxo" foi a manifestação de preocupação que o comandante dos Bombeiros Voluntários de Beja (BVB), Pedro Barahona, expressou ao JN, quando questionado sobre o surto de covid-19 no seio da corporação.


"Ontem à noite, um dos operacionais foi fazer o transporte de um doente ao Serviço de Urgência do Hospital de Beja, sentiu sintomas da doença, fez um teste rápido que deu positivo e ficou logo lá", revelou desalentado Pedro Barahona. O comandante "já tinha sido vacinado com a primeira dose" por ser profissional de saúde.


Com este caso, elevou-se para 14 o número de infetados por covid-19 no seio dos BVB, 13 operacionais e um operador da central telefónica. Há ainda 14 pessoas em isolamento profilático.


A corporação tinha oito casos positivos e depois dos testes efetuados na quinta-feira a 20 elementos, cinco deram positivo. Mais um caso foi conhecido à meia-noite.


A situação pode vir a agravar-se esta segunda-feira, depois de conhecidos os resultados dos testes efetuados na manhã de sábado a mais 35 dos elementos do Corpo de Bombeiros.


Durante este domingo, o Corpo de Bombeiros de Beja recusou seis serviços do INEM, que foram feitos por outras corporações vizinhas, dada a falta de efetivos e a necessidade de resposta às ocorrências no concelho.


Para efetuar os serviços de segunda-feira, Pedro Barahona conta com oito assalariados que "vão fazer serviço non-stop." "A rotação vai ser pouco equilibrada, valendo a ajuda noturna dos voluntários. Estamos a atravessar um momento de tal forma grave que não podemos fazer planeamento mais do que dia-a-dia", justificou.


Este domingo, após uma visita ao quartel dos Bombeiros Voluntários do Dafundo, em Oeiras, o Presidente da República e recandidato a novo mandato disse que o Governo "quer acelerar o processo de vacinação" contra a covid-19 de bombeiros e sustentou o mesmo relativamente ao "pessoal do INEM".


Segundo os últimos dados da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), até às 24 horas de sábado, 16 de janeiro, no concelho de Beja, há 559 casos ativos, mais 32 do que no dia anterior. O Município registou um total de 1307 casos desde o início da pandemia, a que se juntam 722 recuperados e 26 vítimas mortais.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________