Novo Comandante dos Bombeiros do Sabugal - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Novo Comandante dos Bombeiros do Sabugal

 


Na sexta-feira, 4 de Dezembro, António José Gomes Morais tomou posse como Comandante do Corpo de Bombeiros do Sabugal. Na cerimónia, condicionada pela actual situação, intervieram presencialmente Manuel Rasteiro, Luís Carlos Carriço, António Robalo, e via zoom, Paulo Amaral e Pedro Lopes. Como não foi possível a presença de assistentes a tomada de posse pode ser visionada em directo na Internet.


Convidado em Fevereiro, tomou posse na sexta-feira, 4 de Dezembro, como Comandante do Corpo de Bombeiros do Sabugal, António José Gomes Morais.


Bombeiro desde 1975, fez toda a sua carreira no Corpo de Bombeiros Egitanienses, onde exerceu o cargo de 2.º Comandante de 2003 a 2013 e cerca de um ano como Comandante em substituição.


Na cerimónia de posse, que não foi a sonhada, condicionada pela situação, mas que decorreu com o devido distanciamento e muitos participantes via internet, intervieram presencialmente o Presidente da Assembleia Geral, Manuel Rasteiro, para dar as boas vindas, o Presidente da Direção, Luís Carlos Carriço, que conferiu a posse e o Presidente da Câmara, Eng.º António Robalo que quis estar presente, como lhe compete na qualidade de responsável máximo da Protecção Civil no Concelho do Sabugal.


Via zoom intervieram o Presidente da Federação Distrital de Bombeiros, também representando a Liga dos Bombeiros Portugueses, Dr. Paulo Amaral, e o Director Nacional de Bombeiros, Eng.º Pedro Lopes.


O Comandante empossado, António Morais, encerrou a sessão com algumas ideias de trabalho e objectivos para o futuro:


«No dia da minha apresentação não prometi que as cores do arco-iris iriam ser mais vivas… apenas prometi trabalho, trabalho, trabalho, sempre com organização, rigor e disciplina, pilares essenciais para o sucesso»


E dirigindo-se às entidades presentes…


«Senhor Presidente da Câmara do Sabugal, peço-lhe que transmita a todos os sabugalenses que podem contar sempre com o Corpo de Bombeiros de Sabugal, o 0902 estará sempre aqui, dia e noite, todos os dias do ano, seja em que circunstâncias forem, dispostos a cumprir todas as missões que nos forem confiadas, para que a segurança de todos não seja posta em causa. No entanto, que nos ajudem, para que possamos ajudar, que sigam sempre as recomendações que lhe forem transmitidas para a própria segurança.»


Depois de elogiar o trabalho dos antecessores em especial do Adjunto Telmo Robalo que exerceu as funções de Comandante em substituição, terminou dirigindo-se aos mais novos, com um apelo, mas também com um aviso, lendo a Legenda do Bombeiro (autoria de Álvaro Valente, antigo Comandante dos B. V. do Montijo) de que sobressaem os pontos:


«VII – Traz sempre na ideia esta palavra: DISCIPLINA. As suas letras constituem TODO o alfabeto do Bombeiro.


VIII – A farda deve andar tão limpa como a consciência. Quem as traz sujas não pode nem deve ser bombeiro.»


Discurso do presidente da Direcção


Discurso de Luís Carlos Carriço, presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Sabugal


«Exmo. Sr…

– Presidente da Câmara Municipal de Sabugal,

– Presidente da Federação Distrital e em representação da Liga dos Bombeiros Portugueses, dr. Paulo Amaral,

– Senhores Comandantes e elementos de Comando presentes,

– Demais Entidades

– Membros dos Corpos Sociais da Associação

– Bombeiras, Bombeiros


Bem hajam por, em tempos de pandemia, ter acedido ao convite para testemunhar um dos atos mais importantes na vida de um Comando de Bombeiros e por inerência da Associação na qualidade de Entidade detentora.


Sejam bem-vindos, os presentes e os que eventualmente nos assistam via internet. As condições da sala não serão as melhores, mas a situação e o distanciamento necessário, assim obriga.


Quando o Comando, que tomou posse em 2017 estava completo e a iniciar a velocidade de cruzeiro, a morte roubou-nos o líder.


Entendeu a direção não haver condições para que quem o acompanhava assumisse de imediato a liderança, não pela falta de competência, conhecimentos técnicos ou vontade de trabalhar, mas apenas e só pela curta experiência.


Foi assim decidido convidar o Oficial Morais, com larga experiência de bombeiro e de comando, conhecedor do terreno e de muitos homens do Sabugal, convite que aconteceu em Fevereiro passado, mas só agora foi possível homologar pela necessidade de reciclagens e frequência de formações novas, que a pandemia ajudou a atrasar.


Acabamos hoje, por isso de lhe conferir posse.


Sr Comandante,


Toda a direção e eu pessoalmente confiámos em si, e parece-me que após alguns meses de convivência o Corpo de Bombeiros também já deixou de lado a maior parte da desconfiança inicial. A missão que o espera, não é fácil …


Ser líder é muito num só,

É saber mandar mas também saber ouvir,

É ser duro mas ter bom senso,

É muitas vezes ser juiz em causa própria e ter que ser imparcial,

É comandar, mas também ser pai, ser confessor e tudo o que mais possais imaginar,

Os bombeiros que vai comandar assim esperam,

Que sejais o líder, quando é necessário avançar,

Que sejais o ouvinte quando o ego não está tão bem,

Que sejais o impulsionador quando a missão chama.


Mas também que sejais o travão quando o impulso da juventude dos bombeiros (de juventude, mas também muitas vezes a ânsia da missão) os querem levar a zonas perigosas.


O Corpo de Bombeiros é hierarquizado, e também o Comando.

Não significa isto que mande sozinho;

A palavra comandar já significa mandar com…


Mandar ouvindo os subordinados,

Mandar apoiando-se nas equipas que o apoiam, mas, nos casos difíceis, a decisão final é sempre solitária.


É essa capacidade de liderança, discernimento, tratando igual o que é igual e diferente o que é diferente que todos, a direção e os bombeiros, esperamos de si.


Que a vontade, inteligência, serenidade e bom senso, vos ajudem.


Sei que conhece os homens e os objetivos que se impõem; Sei que tem pressa de completar equipa; Que essa urgência não seja sinónimo de uma decisão apressada e menos ponderada; A direção confiou em si, e por isso sancionará as propostas que lhe apresentar, mas tome a decisão com calma; A urgência, raramente é boa conselheira.


Bombeiras e Bombeiros,


A escolha não terá sido certamente do agrado de todos. Nenhuma escolha o será. Mas é a escolha de quem tem essa incumbência. Sem a vossa colaboração não chegará a lado nenhum, nem ele nem vós e por arrasto o Comando de Bombeiros e a Associação.


Por isso vos peço, colaboração.


Bom senso, críticas construtivas serão sempre bem vindas


Mas nunca será de mais lembrar, segurança acima de tudo e o lema «Não sabemos se voltamos, mas vamos» deve ser a estrela, porque a vossa obrigação é ir, sim, mas voltar com todos.


Nenhum objetivo, nenhuma missão, vale mais que a vida humana, a que ides salvar, mas também a v/ e a de quem vos acompanha.


Heróis mortos não salvam.


Parabéns ao empossado, boa sorte para a missão que o espera e longa vida ao Corpo de Bombeiros.»


Fonte: https://capeiaarraiana.pt/

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________