Massa de Ar Frio Faz Descer as Temperaturas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Massa de Ar Frio Faz Descer as Temperaturas

 


A entrada em 2021 em Portugal continental vai ficar marcada pelo tempo frio, devido à ação conjunta de um anticiclone localizado a noroeste do arquipélago dos Açores e à depressão Bella, de acordo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).


A previsão assinala que a depressão originará um fluxo de norte que transportará uma massa de ar frio sobre o território continental nos próximos dias, esperando-se a continuação do tempo frio, pelo menos, até ao dia 1 de janeiro.


Esta quarta-feira, as temperaturas mínimas vão variar entre os -1º em Vila Real e Viseu e os 7º em Sagres, enquanto as máximas entre os 4º na Guarda e os 14º em Santarém.

De acordo com o IPMA, estão sob aviso amarelo (o menos grave) até às 9h00 de por causa da agitação marítima os distritos de Viana do Castelo, Porto, Lisboa, Leiria, Aveiro, Coimbra e Braga, onde as ondas serão de noroeste e podem chegar aos cinco metros.


Já os avisos amarelos por causa da queda de neve prolongam-se até às 12h00 de quinta-feira e vigoram nos distritos de Bragança, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Castelo Branco e Braga.


Segundo o IPMA, a neve deve cair acima da cota dos 1.200/1.400 metros, podendo condicionar ou interditar estradas, causar danos em estruturas ou árvores devido à acumulação e prejudicar alguns abastecimentos locais.


Para hoje, o IPMA prevê uma descida da temperatura mínima, chuva no Minho a partir da tarde, estendendo-se ao litoral Centro, queda de neve acima de 1.000/1.200 metros de altitude e vento mais intenso nas serras e litoral oeste.


Fonte: Renascença

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________