Incêndio Criminoso Destrói Ponte Pênsil no Brasil que Completaria 100 Anos em Dezembro - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 8 de novembro de 2020

Incêndio Criminoso Destrói Ponte Pênsil no Brasil que Completaria 100 Anos em Dezembro

 


Um incêndio, que os bombeiros dizem ter sido aparentemente criminoso, destruiu este sábado uma ponte pênsil histórica que separava os estados brasileiros de São Paulo e do Paraná. As chamas foram avistadas pouco depois das cinco e meia da madrugada deste sábado e os bombeiros tentaram salvar a estrutura da ponte, mas grande parte dela foi devastada pelas labaredas.


A Ponte Pênsil Alves de Lima, conhecida como Ponte de Xavantes, liga as cidades de Xavantes, no estado de São Paulo, e de Ribeirão Claro, no estado do Paraná, cruzando o Rio Paranapanema, que separa os dois estados. Construída em madeira e inaugurada em 4 de Dezembro de 1920, a ponte tem 149 metros de comprimento e um vão suspenso de 82 metros.


Tombada pelo património histórico e orgulho dos cidadãos das duas cidades, a ponte tinha sido restaurada em 2011 numa parceria entre o poder público e a Companhia Brasileira de Alumínio, CBA, que também financiou a construção nas proximidades de uma outra ponte, esta de concreto, para não sobrecarregar a estrutura histórica, principalmente com a passagem de camiões que transportam mercadorias entre os dois estados. Também com o intuito de preservar a Ponte Pênsil Alves de Lima e mantê-la o mais intacta possível, o DER, Departamento de Estradas de Rodagem, proibiu este ano a circulação de veículos na ponte, deixando-a exclusivamente para uso e local de lazer dos habitantes da região, o que mãos criminosas agora inviabilizaram, sem que se consiga descortinar os motivos.


Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________