Fénix: Está na Hora da Atividade de Bombeiro Ser Considerada Profissão/Atividade de Risco - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Fénix: Está na Hora da Atividade de Bombeiro Ser Considerada Profissão/Atividade de Risco

 


Não desvalorizando qualquer dos Agentes de proteção Civil (APC) a quem foi devida e justamente atribuído o Subsidio de Risco, a Fénix – Associação Nacional de Bombeiros e Agentes de Proteção Civil entende que a atividade dos Bombeiros é, inquestionavelmente, uma atividade de risco, posição que defende desde sempre e que irá continuar a defender.


Importa recordar que os Bombeiros Portugueses operam mais de 80% das Emergências Pré-hospitalares e estão na primeira linha do combate à pandemia COVID-19. De referir, ainda, que sendo a Emergência Pré-Hospitalar apenas uma das múltiplas áreas de intervenção na nobre missão dos Bombeiros, de igual modo deixa estes operacionais expostos de forma mais efetiva à possibilidade de contaminação pelo COVID – 19. 


Contudo, é com manifesta admiração que, a Fénix – Associação Nacional de Bombeiros e Agentes de Proteção Civil não constatou, até agora, qualquer medida que vise compensar estes Homens e Mulheres, e por inerência das suas funções as suas famílias, pelo risco a que estão expostos diariamente.


Entende a Fénix – Associação Nacional de Bombeiros e Agentes de Proteção Civil que este será o momento para que a atividade de Bombeiro seja, à semelhança da maior parte dos Países do mundo, considerada profissão/atividade de risco, e que, estes sejam devidamente compensados pelo serviço que prestam diariamente aos Portugueses e a Portugal.

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________