Mãe e Filho de 12 Anos entre os Seis Mortos dos Fogos nos EUA - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Mãe e Filho de 12 Anos entre os Seis Mortos dos Fogos nos EUA


Duas pessoas foram encontradas mortas no estado norte-americano de Oregon, elevando para seis o número de vítimas mortais devido aos incêndios que devastam a costa oeste dos Estados Unidos.

As duas vítimas são mãe e filho, de 12 anos, anunciou o xerife do condado de Marion.

No estado de Oregon, pelo menos cinco localidades foram praticamente destruídas pelos fogos "sem precedentes", indicou a governadora Kate Brown, que teme "numerosas perdas, em termos de edifícios e de vidas humanas", numa altura em que estão em curso evacuações em massa.

Horas antes, as autoridades tinham anunciado a morte de mais quatro pessoas noutros estados da costa oeste.

No estado de Washington, uma criança de um ano morreu e os pais sofreram queimaduras graves quando tentavam fugir às chamas, informou o gabinete do xerife do condado de Okanogan.

No norte da Califórnia, três pessoas morreram num incêndio que forçou milhares de pessoas a abandonar as casas.

Um agente da patrulha de estradas da Califórnia, citado pela agência de notícias Associated Press (AP), disse à imprensa local que pelo menos uma pessoa foi encontrada morta num carro, quando tentava escapar às chamas.

No estado de Washington, em apenas 24 horas, nove incêndios queimaram mais do dobro da área ardida durante todo o ano de 2019, ultrapassando os 133 mil hectares, segundo o governador daquele estado, que faz fronteira com o Canadá.

"As condições são tão secas, tão quentes, tão ventosas, porque o clima mudou", disse o governador Jay Inslee, culpando as alterações climáticas pela extensão e intensidade dos incêndios. Mais de 100 mil pessoas estavam sem energia em casa.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________