Governo Prolonga Situação de Contingência até 14 de Outubro - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Governo Prolonga Situação de Contingência até 14 de Outubro

 


O Conselho de Ministros decidiu prorrogar a situação de contingência em Portugal continental até 14 de outubro face ao aumento de casos de covid-19 nas últimas cinco semanas.


A decisão do Governo foi anunciada esta quinta-feira pela ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, adiantando que a situação de contingência em Portugal continental será reavaliada pelo executivo dentro de duas semanas, então já com uma análise mais aprofundada sobre o impacto das primeiras semanas de reabertura das escolas e retoma das aulas presenciais.


Na sequência da evolução da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal, em Conselho de Ministros realizado no passado dia 10, o Governo decidiu declarar a situação de contingência em todo o território nacional continental.


Essa resolução a declarar a situação de contingência, com a fixação de regras de proteção individual e coletiva dos cidadãos, entrou em vigor às 00.00 horas do dia 15 de setembro e prolonga-se às 23.50 horas de 30 deste mês. Será agora prolongada até às 23.59 horas de 14 de outubro.


A Madeira está em situação de calamidade, decretada pelo Governo Regional, até ao final do mês de setembro, o mesmo nível mantido pelo Governo dos Açores até 1 de outubro nas cinco ilhas com ligação aérea ao exterior do arquipélago (Santa Maria, São Miguel, Terceira, Pico e Faial).


As restantes quatro ilhas açorianas (Graciosa, São Jorge, Flores e Corvo) permanecem em situação de alerta até à mesma data.


Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________