Engenheiro Detido pelo Maior Incêndio Florestal do Minho - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Engenheiro Detido pelo Maior Incêndio Florestal do Minho


Um engenheiro técnico florestal e três outros trabalhadores foram detidos pela Polícia Judiciária de Braga, que lhes imputa a autoria do grande incêndio em Ponte de Lima, o maior do distrito de Viana do Castelo e da região do Minho desde o início do ano.

O técnico superior, que seria subempreiteiro de uma empresa contratado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), é suspeito de ter ordenado a limpeza de um terreno com máquinas elétricas e roçadoras potentes, quando essa prática era proibida.

A situação provocou um incêndio, que deflagrou a 25 de julho em Ponte de Lima. As chamas ameaçaram um elevado número de primeiras residências inicialmente no concelho e levaram ao uso simultâneo de oito meios aéreos e ao envolvimento de um número elevado de bombeiros da região minhota e da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro da GNR.

O fogo, cujas dimensões levaram a uma intervenção pública do Presidente da República, prolongou-se por vários dias, desde as localidades de Poiares até Vitorino de Piães, bem como junto de outras freguesias daquele município.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________