Queimado em explosão numa pedreira retirado de helicóptero da Póvoa de Lanhoso - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Queimado em explosão numa pedreira retirado de helicóptero da Póvoa de Lanhoso


Uma vítima queimada numa explosão foi transportada de helicóptero para o hospital, a partir da estrada nacional que liga Braga à Póvoa de Lanhoso.

O queimado estava a ser transportado num veículo privado da pedreira onde terá sofrido um acidente de trabalho, mas foi necessário chamar meios de socorro, que ativaram o héli do INEM.

A estrada foi cortada junto à rotunda do ouro na Póvoa de Lanhoso, para que o helicóptero pudesse aterrar em segurança e fazer o transporte da vítima para o hospital.

O queimado, trabalhador de uma pedreira em Anissó, em Vieira do Minho, sofreu ferimentos numa explosão no local de trabalho. Estava a ser transportado num veículo da empresa para o hospital, em Braga, quando o seu estado de saúde se deteriorou, na zona da rotunda do Ouro, e foi pedida ajuda.

A vítima, de 46 anos, sofreu queimaduras do peito para cima, tendo ficado com as vias aéreas afetadas. "Tinha 48% do corpo queimado", disse ao JN António Veloso, comandante dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso. Os membros inferiores foram pouco afetados. O homem tinha botas de proteção e estava vestido com roupa de trabalho.

No local, a tratar do transporte do ferido, estiveram os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso com seis viaturas e 12 elementos, três patrulhas da GNR da Póvoa de Lanhoso, a Proteção Civil da Câmara e uma carrinha de inativação de explosivos da PSP.

A GNR, PSP e Autoridade para as Condições do Trabalho já estão na pedreira onde se deu a explosão. "Aquilo foi em Vieira do Minho, ele foi transportado num carro civil até aqui à Póvoa e depois deu-se a assistência", confirmou António Veloso. A vítima foi transportada para o Hospital de Coimbra.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________