Céu do Gerês é palco de homenagem ao piloto morto durante combate a incêndio - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Céu do Gerês é palco de homenagem ao piloto morto durante combate a incêndio


Dezenas de pessoas marcaram ontem presença, na casa mortuária de Leiria, para o último adeus ao comandante Jorge Jardim, de 65 anos, que morreu no sábado, quando o avião de combate a incêndios que pilotava se despenhou em território espanhol, junto à barragem do Alto do Lindoso, na zona do Gerês. O Aero Clube de Leiria, ao qual o piloto estava ligado há 26 anos, fez também questão de se associar à homenagem - três aeronaves passaram no local, em formação, momentos antes do corpo seguir para o crematório.

A cerimónia foi restrita a 45 pessoas, entres as quais se encontravam o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e a embaixadora de Espanha em Portugal, Marta Betanzos, que foi a única a falar aos jornalistas.

“Vim trazer uma palavra de conforto, sentimento, afeto e respeito à família”, afirmou Marta Betanzos, lembrando que Jorge Jardim morreu a fazer “o bem pela comunidade compartida, fruto de uma cooperação estreita entre Portugal e Espanha”. Maximiliano Breton, copiloto espanhol de 39 anos, ficou gravemente ferido na queda da aeronave.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________