Tempo quente e seco nas próximas 48h. Alerta para perigo de fogos rurais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Tempo quente e seco nas próximas 48h. Alerta para perigo de fogos rurais


Há "condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais em especial nas regiões do Centro e Sul do país", avança a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) emitiu, esta quinta-feira, um aviso à população uma vez que, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o tempo quente e seco irá manter-se nas próximas 48 horas. Esta situação aumenta o risco de incêndio. 

A humidade relativa do ar, o vento, a temperatura máxima com valores que podem chegar aos 37ºC no Vale do Tejo e no interior do Alentejo, bem como as condições para a ocorrência de trovoada, hoje, no interior Norte e Centro, são "condições meteorológicas propícias a ocorrências de comportamento errático dos incêndios, em especial a partir da noite de hoje", é explicado numa nota da ANEPC enviada às redações. 

O risco de incêndio aumenta "amanhã para níveis Máximo ou Muito Elevado nas regiões do Norte, do Centro, vale do Tejo, Alto e Baixo Alentejo e Algarve e Elevado no restante território do continente", acrescenta-se. 

Deste modo, esperam-se as condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais, "em especial nas regiões Centro e Sul do país". 

A Proteção Civil recorda ainda que, durante o período crítico, de 1 de julho a 30 de setembro, é: 

PROIBIDO fazer Queimadas Extensivas SEM AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520; 

PROIBIDO fazer Queima de Amontoados SEM AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520;

PROIBIDO utilizar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural salvo se, usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados, para o efeito;

PROIBIDO fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais;

PROIBIDO lançar balões de mecha acesa e foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da câmara municipal;

PROIBIDO fumigar ou desinfestar apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas; 

PROIBIDO usar motorroçadoras (exceto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores nos dias de Risco Máximo. Evite o uso de grades de discos; 

OBRIGATÓRIO usar dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa nos veículos de transporte pesados e 1 ou 2 extintores de 6 Kg, consoante o peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________