Bombeiros de Borba voltaram a ser atacados durante a noite - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 19 de julho de 2020

Bombeiros de Borba voltaram a ser atacados durante a noite


O Quartel dos Bombeiros de Borba voltou, na madrugada deste domingo (19 de Julho), a ser alvo de um ataque, desta vez por indivíduos de nacionalidade estrangeira.

Segundo ODigital.pt conseguiu apurar, tudo aconteceu pouco depois das 04:15, quando três homens se dirigiram ao Quartel dos Bombeiros de Borba pedindo socorro, porque a mulher de um deles estava com problemas de saúde. 

À semelhança do que aconteceu em 2019, com outro grupo de pessoas, também esta madrugada era pedida uma ambulância, tendo os Bombeiros dito que só poderia sair com uma ordem do CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes).

Com os Bombeiros a seguirem os procedimentos normais e a não saírem sem uma ordem do CODU, os três indivíduos começaram a bater numa das portas de entrada do quartel, tendo partido a porta, tentando assim invadir o quartel.

Com o acto praticado, os indivíduos ficaram feridos e tiveram de ser transportados para o Centro de Saúde de Estremoz, onde foram assistidos.

Quanto aos bombeiros, ao que tudo indicam não terão sofrido quaisquer ferimentos.

Para o local acorreu a Guarda Nacional Republicana, sendo que para o quartel de imediato se deslocou também o Presidente da Câmara Municipal de Borba.

Em menos de um ano este é o segundo ataque que os Bombeiros de Borba sofrem, sendo que em Novembro de 2019, foi um grupo de pessoas de etnia cigana, numa história muito idêntica ao que aconteceu na madrugada deste domingo.

Fonte: O Digital

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________