Perigo de Incêndio nas Próximas 72h. Saiba o Que está Proibido de Fazer - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Perigo de Incêndio nas Próximas 72h. Saiba o Que está Proibido de Fazer


Após a Autoridade Nacional de Emergência de Proteção e Civil (ANEPC) ter alertado, esta segunda-feira, para o perigo de incêndio nas próximas 72 horas, com maior incidência na região Sul, Interior Centro e Norte, a Guarda Nacional Republicana (GNR) colocou no Facebook um aviso sobre quais as ações que estão proibidas durante este período. 

Assim, nos locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja 'muito elevado' ou 'máximo', não é permitido:

"A queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, está sujeita a autorização da autarquia local, devendo esta definir o acompanhamento necessário para a sua concretização, tendo em conta o risco do período e zona em causa;

O uso de fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural, exceto se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito;

O lançamento de balões com mecha acesa e de foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da respetiva Câmara Municipal;

Fumigar ou desinfetar apiários exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas".
Além disso, nas zonas de risco 'máximo', "não é permitido a realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a motorroçadoras de cabeça de corte de disco, corta-matos e destroçadores".

E ainda recomendada a adequação dos comportamentos face a este perigo de incêndio, "nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais".

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________