Ourique Ficou Um Mês sem Helicóptero de Combate a Incêndios - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Ourique Ficou Um Mês sem Helicóptero de Combate a Incêndios



Quase um mês depois do estabelecido no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), posou esta quinta-feira, no Centro de Meios Aéreos (CMO) de Ourique, o helicóptero de combate a incêndios.

A aeronave da Helibravo, a empresa que venceu o concurso, que entretanto foi impugnado por uma das empresas derrotadas junto do Tribunal de Loulé, chegou ao heliporto pouco passava das 19 horas.

No passado dia 5 de junho, o JN revelou que a aeronave ainda não estava operacional, existindo informações diferentes sobre as razões da sua falta. Fontes justificaram com a impugnação do concurso, outras com a colocação do aparelho noutro CAM.

Segundo a Diretiva Operacional da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), a aeronave deveria ter chegado ao CAM da vila alentejana, no passado dia 15 de maio. Desde essa data que no local, têm estado dezasseis militares da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) GNR e as viaturas de primeira intervenção, o telefonista dos bombeiros a aguardar pela colocação do helicóptero.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________