Morreu Um dos Feridos de Queda de Torre de Telecomunicações em Cascais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Morreu Um dos Feridos de Queda de Torre de Telecomunicações em Cascais


A queda de uma torre de telecomunicações matou, esta quarta-feira, um homem de 25 anos em Cascais. Segundo apurou o CM, as duas pessoas tinham sido considerados feridos graves, sendo que o jovem acabou por morrer no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

O acidente ocorreu na rua Cesaltina Fialho Gouveia, em Alcabideche.

As vítimas procediam à substituição de uma antena nas instalações da PT. 
Segundo os bombeiros, um dos dois feridos, um homem de 24 anos, foi transportado para o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, e o outro, um homem de 25 anos - que sofreu uma paragem cardiorrespiratória, situação convertida no local - foi transportado para o Hospital Santa Maria, na mesma cidade.

A fonte explicou que "um dos trabalhadores ficou debaixo da torre e outro na lateral", e que foram retirados com o apoio de equipamento para elevar a estrutura.

A torre atingiu um carro e uma casa, provocando danos estruturais nos mesmos.

"Temos danos, obviamente, na estrutura da torre, na casa onde a torre estava assente e ainda num veículo ligeiro que estava estacionado, e eventualmente no portão da casa do outro lado, porque a torre conseguiu acertar num caminho que faz a passagem para uma propriedade", disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, no distrito de Lisboa.

Os principais danos são no edifício sobre o qual a torre de telecomunicações estava assente, "um edifício com altura de dois pisos", construído há muitos anos e que já foi usado pela antiga empresa portuguesa de telecomunicações Telefones de Lisboa e Porto (TLP), referiu fonte dos bombeiros.

Sem se saber ainda as causas para a queda da estrutura, os Bombeiros Voluntários de Alcabideche indicaram que "a torre da antena entrou num caminho que divide duas propriedades", mas "não há desalojados".

No momento da queda, que será analisada pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), "os dois trabalhadores estavam em cima da torre, com altura aproximadamente de 35 a 40 metros", indicou a fonte dos bombeiros.

Há ainda registo de um terceiro elemento que teve de receber apoio psicológico, por se encontrar em "estado de choque", adiantou a fonte dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, referindo que não há conhecimento de mais trabalhadores a operar nesta torre de telecomunicações.

No local estiveram os Bombeiros de Alcabideche, num total de 17 operacionais, apoiados por sete viaturas, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação INEM, a Proteção Civil Municipal de Cascais e a GNR de Alcabideche.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________