Liga dos Bombeiros Exige Verbas para Proteção Contra o Coronavírus - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 16 de maio de 2020

Liga dos Bombeiros Exige Verbas para Proteção Contra o Coronavírus


A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) recusa que as corporações suportem sozinhas os investimentos necessários à implementação das diretivas, emitidas pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), para melhorar a proteção dos bombeiros contra a pandemia de Covid-19 durante a época de combate aos fogos. Jaime Marta Soares, presidente da LBP, disse ao CM ter pedido um reforço das verbas a dar aos bombeiros num futuro orçamento retificativo (de 31 para 35 milhões de euros), devido ao cenário de quase falência provocado pela pandemia.

Esta sexta-feira, arrancou a fase II da diretiva operacional nacional de combate a incêndios para 2020. Apesar de reconhecer que, numa recente reunião com a secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, foi prometida a implementação de medidas de proteção contra a Covid-19, aceleradas pela criação de um grupo de trabalho no qual a LBP está inserida, Jaime Marta Soares diz "estranhar que a ANEPC ainda não tenha feito chegar aos corpos de bombeiros um esboço dessas medidas, apelando apenas a que cada corporação acione o respetivo plano de contingência".

Fonte da ANEPC disse ao CM que, no início da próxima semana, estas diretivas, que operacionalizam as medidas de proteção contra a Covid-19 durante a época de combate aos fogos, vão chegar aos corpos de bombeiros. Além do empenho de operacionais (que irão para as ocorrências de máscara) e de viaturas (que serão desinfetadas com regularidade), também o Centro de Meios Aéreos contará com um reforço de proteção. Nos teatros de operações, está previsto que os bombeiros respeitem o distanciamento, assim como na hora das refeições.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________